Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Domingo, 13 de junho de 2021 - 6h20
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Arquivo NippoBrasil - Edição 298 - 2 a 8 de março de 2005
 
• Era Azuchi-Momoyama – Parte 3
Batalha de Sekigahara
Aliados de Toyotomi tentaram deter a ascensão de Tokugawa, mas não obtiveram êxito; mais tarde, ele daria início ao xogunato de Edo


BATALHA - Confronto em Sekigahara terminou com a vitória de Tokugawa Ieyasu

Arquivo NippoBrasil

Preocupado com seu filho Hideyori (1593~1615), antes de morrer, Toyotomi Hideyoshi (1536~1598) instituiu o gotairô, um conselho superior formado pelos cinco senhores feudais mais poderosos (tairô): Tokugawa Ieyasu, Maeda Toshiie, Môri Terumoto, Ukita Hideie e Kobayakawa Takakage (tio de Môri Terumoto e enteado do grande guerreiro Uesugi Kenshin), que depois da morte de seu padrasto recebeu o nome de Uesugi Kagekatsu. O gotairô tinha como principal função fiscalizar os trabalhos do gobugyô, uma espécie de conselho executivo formado por cinco bugyô (cargo público abaixo do tairô), tais como Ishida Mitsunari, Asano Nagamasa, Maeda Gen’i, Mashita Nagamori e Natsuka Masaie.

Dentre os conselheiros do gotairô, talvez o mais fiel à família Toyotomi tenha sido Maeda Toshiie (1538~1599), homem de confiança de Hideyoshi e seu amigo de longa data. Após a morte de Hideyoshi, em 1598, Maeda tentou manter a paz auxiliando Hideyori no castelo de Osaka, mas adoeceu e faleceu um ano após a morte do amigo.

Tokugawa Ieyasu (1542~1616), filho primogênito do senhor feudal do castelo de Mikawa (atual província de Aichi), não possuía a frieza e a audácia de Oda Nobunaga, nem a esperteza e a argúcia de Toyotomi Hideyoshi, mas era um homem paciente e oportunista. Após a morte de Hideyoshi, ele aumentou seu poder de influência, conseguindo fazer com que muitos senhores feudais passassem a apoiá-lo.

Preocupado com o poder de Ieyasu, o ferrenho defesor de Toytomi Hideyori Ishida Mitsunari (1560~1600) tentou detê-lo, mas não conseguiu a adesão de muitos guerreiros para a causa. Protegido de Hideyoshi, Ishida era mais burocrata do que guerreiro, seguindo sua carreira valendo-se basicamente de sua inteligência, e não de grandes feitos em batalhas. Além disso, sempre pairaram suspeitas acerca da paternidade de Hideyori, já que seu pai, Hideyoshi, não teve filhos com sua esposa Nene, nem com suas inúmeras concubinas. Entretanto, já em idade avançada, ele teve dois filhos com a bela e geniosa Yodogimi, sobrinha de Oda Nobunaga. Hideyori foi o seu segundo filho; o primeiro, Tsurumatsu, faleceu ainda pequeno.

Em junho de 1600, Tokugawa Ieyasu entrou em conflito com Kobayakawa Takakage (Uesugi Kagekatsu), iniciando uma batalha com o suposto intuito de provocar Ishida Mitsunari e levá-lo a confronto. Em julho, quando as tropas de Ieyasu avançaram até Shimotsuke-no-kuni (província de Tochigi), Mitsunari decidiu combater as forças de Ieyasu tendo a seu lado as tropas dos guerreiros e do senhor feudal cristão Konishi Yukinaga (1558~1600) e o monje Ankokuji Ekei (?~1600), ambos homens de confiança de Toyotomi Hideyoshi. A batalha adquiriu dimensões cada vez maiores, obrigando os senhores feudais a decidirem de que lado deveriam lutar: juntar-se às tropas lideradas por Ishida Mitsunari, que lutava em nome de Toyotomi Hideyori, ou apoiar Tokugawa Ieyasu, poderoso senhor feudal em ascensão.

Kuroda Nagamasa (1568~1623), Katô Kiyomasa (1562~1611) e Fukushima Masanori (1561~1624), grandes guerreiros acolhidos por Toyotomi Hideyoshi e de sua esposa Nene, lutaram ao lado de Tokugawa Ieyasu, em parte convencidos pela própria Nene, a quem consideravam como mãe. Ela, por sua vez, aliou-se a Ieyasu talvez motivada pelo ressentimento contra a mãe de Hideyori, Yodogimi, a quem seu esposo dedicou grande afeto nos últimos anos de vida; ou ainda é possível que os longos anos de convivência com o grande estrategista e guerreiro tenham cultivado em Nene a habilidade de reconhecer um vencedor.

O confronto final ocorreu na tarde do dia 15 de setembro de 1600, em Sekigahara, atual provícia de Gifu, quando a tropa de Kobayakawa Hideaki (1582~1602), sobrinho de Nene, mudou de lado e atacou os soldados até então aliados. Confusas, as tropas comandadas por Mitsunari perderam o rumo e acabaram vencidas pelos inimigos, liderados por Tokugawa Ieyasu.

Ishida Mitsunari foi preso e decapitado juntamente com Konishi Yukinaga e Ankokuji Ekei em Rokujô-gawara, Quioto.

Osaka – Fuyu-no-jin, Natsu-no-jin

Em 1603, Tokugawa Ieyasu, vencedor da batalha de Sekigahara, foi agraciado com o título de generalíssimo (seii-taishôgun), dando início ao xogunato de Edo, atual Tóquio. A única ameaça, entretanto, era Toyotomi Hideyori e sua mãe, Yodogimi, que foram poupados por consideração a Toyotomi Hideyoshi, com o argumento de que a batalha tinha sido idéia de Ishida. Mãe e filho, mais a esposa prometida a Hideyori, Sen-hime, neta de Tokugawa Ieyasu e filha do segundo xogun, Tokugawa Hidetada, viviam no castelo de Osaka, cercado duplamente pelos fossos e muralhas de rochas.

Em novembro de 1614, Ieyasu decidiu destruir a família Toyotomi e ordenou aos senhores feudais aliados de todo Japão o ataque ao castelo de Osaka, começando a batalha denominada Osaka, Fuyu-no-jin, ou seja, a batalha de inverno em Osaka. Porém, os aliados da família Toyotomi, como Sanada Yukimura (1567~1615) defenderam bravamente o castelo. Por fim, eles concordaram em terminar a guerra, com a condição de aterrar o fosso externo do castelo. No entanto, Ieyasu mandou aterrar o fosso interno também.

Como se isso não bastasse, no ano seguinte, ele exigiu que Hideyori saísse do castelo, provocando um novo confronto, a chamado Osaka, Natsu-no-jin, ou seja, a batalha de verão em Osaka. Sem a proteção dos fossos, as forças aliadas de Hideyori tiveram de sair do castelo e enfrentar as tropas de Ieyasu, numericamente bem superiores e melhor preparadas. Então, no dia 8 de maio de 1615, o castelo de Osaka ardeu em chamas, engolfando Hideyori e sua mãe, que optaram pelo suicídio, encerrando assim a batalha de verão.

Ninjas e Tokugawa Ieyasu

Os espiões dos tempos antigos, chamados de ninjas ou shinobi-no-mono, surgiram provavelmente no fim da Era Muromachi, quando se iniciaram as guerras entre diversos clãs. Todavia, pouco se sabe sobre os ninjas, já que todo espião que se preze vive e morre no anonimato. Porém, é sabido que Ieyasu fazia uso dos ninjas, tanto os do grupo Iga como de Kôga.

O relacionamento de Ieyasu com o grupo Iga começou quando ele foi salvo pelos samurais de Iga, em 1582, quando voltava às pressas da cidade de Sakai para sua terra, Okazaki, após saber do atentado de Akechi Mitsuhide contra seu senhor, Oda Nobunaga. Assim, ao se instalar em Edo, Ieyasu empregou-os, juntamente com os ninjas do grupo Kôga, para espionar os senhores feudais, ou seja, os daimiôs, para poder controlá-los.

 
História do Japão
Arquivo Nippo - Edição 304
Era Edo (Parte 2) - Proibição do cristianismo e fechamento dos portos
Arquivo Nippo - Edição 302
Era Edo (Parte 1) - O início do isolamento japonês
Arquivo Nippo - Edição 300
Era Azuchi-Momoyama (Parte 4) - As mulheres que viveram na era das guerras
Arquivo Nippo - Edição 298
Era Azuchi-Momoyama (Parte 3) - Batalha de Sekigahara
Arquivo Nippo - Edição 296
Era Azuchi-Momoyama (Parte 2) - Nanban Bôeki
Arquivo Nippo - Edição 294
Era Azuchi-Momoyama (Parte 1) - O início da unificação japonesa
Arquivo Nippo - Edição 292
Era Muromachi (parte 4) - Tempos de piratas, comércio e expansão
Arquivo Nippo - Edição 290
Era Muromachi (parte 3) - Cultura Kitayama e Higashiyama
Arquivo Nippo - Edição 288
Era Muromachi (parte 2) - A era dos países em guerra
Arquivo Nippo - Edição 286
Era Muromachi (parte 1) - Era de duas cortes e “Restauração Kenmu”
Arquivo Nippo - Edição 284
Era Kamakura (parte 4) - Novo budismo em Kamakura
Arquivo Nippo - Edição 282
Era Kamakura (parte 3) - Habitações da cidade medieval de Kamakura
Arquivo Nippo - Edição 280
Era Kamakura (parte 2) - Yoshitsune, Benkei e Shizuka-gozen
Arquivo Nippo - Edição 278
Era Kamakura (parte 1) - Consolidação da política dos samurais
Arquivo Nippo - Edição 276
Era Heian - Parte 4
Era Heian e o budismo
Arquivo Nippo - Edição 274
Era Heian - Parte 3
Hiragana e a literatura
Arquivo Nippo - Edição 272
Era Heian - Parte 2
O surgimento dos samurais
Arquivo Nippo - Edição 270
Era Heian - Parte 1
Os grandes latifúndios
Arquivo Nippo - Edição 268
Era Nara - Parte 2
O despontar das literaturas
Arquivo Nippo - Edição 266
Era Nara - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 264
Príncipe Shôtoku
Arquivo Nippo - Edição 262
Era Asuka
Arquivo Nippo - Edição 260
Era Kofun - Tumbas: símbolos de poder
Arquivo Nippo - Edição 258
Rainha Himiko
A lendária rainha de Yamatai
Arquivo Nippo - Edição 256
Era Yayoi - Desenvolvimento japonês
Arquivo Nippo - Edição 254
A criação do mundo segundo a mitologia japonesa
Arquivo Nippo - Edição 252
O Alvorecer do Japão
Arquivo Nippo - Edição 250
Cronologia: As eras no Japão
Mitologia
Arquivo Nippo - Edição 106
Jinmu Tenno - O Primeiro Imperador do Japão - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 105
Jinmu Tenno - O Primeiro Imperador do Japão - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 96
Caminhar sobre as águas
Arquivo Nippo - Edição 95
Verão: Ode à Hototoguissu
Parte Final
Arquivo Nippo - Edição 94
Verão: Ode à Hototoguissu
Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 96
Haruyama e Akiyama
Parte Final
Arquivo Nippo - Edição 95
Haruyama e Akiyama
Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 94
Haruyama e Akiyama
Prólogo
Arquivo Nippo - Edição 93
O chapéu ouvidor


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2021 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados