Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Domingo, 05 de dezembro de 2021 - 4h08
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
 
Hokkaido: Tudo começou em Naka Furano

(Texto e fotos: Arquivo NippoBrasil)

O boom da lavanda começou em Naka Furano. Nesta cidade, concentram-se grandes campos de alfazema, inclusive a Farm Tomita, cujo dono, Tadao Tomita, é considerado “salvador” da produção de lavanda da região de Furano (Hokkaido). Com apoio governamental, o jardim cresceu e chegou a ocupar 230 hectares de terra, envolvendo 150 famílias de agricultores no começo dos anos 70. Porém, a abertura para importação de matérias-primas de cosméticos afetou essa indústria, e muitos desses agricultores abandonaram a plantação entre 72 e 73. Tomita, que amava essa flor, foi o único que continuou na cidade. A situação mudou três anos depois, quando o campo de lavanda da Farm Tomita foi apresentado ao país inteiro em cartazes da JR, que promoviam campanha de viagens domésticas. Logo começou a receber visitas de todo o Japão, e a plantação de alfazema voltou à cidade.

O verão em Furano é marcado pela cor roxa dos campos de alfazema. As primeiras sementes foram importadas em 1937. A intenção era usar o extrato da flor em cosméticos. Atualmente, há diversas espécies, sendo que parte floresce na segunda quinzena de julho.

Furano fica no centro de Hokkaido. A região ficou conhecida quando serviu como cenário para a série da Fuji TV, Kita no Kuni Kara (disponível em vídeo). Além de Furano, as cidades famosas como terra da alfazema são Minami Furano, Naka Furano, Kami Furano e Biei. Entre junho e outubro, elas promovem vários eventos especiais em comemoração à florescência, como os festivais da lavanda e de fogos de artifício, concurso literário, entre outros.

• Os morros de Biei


MORROS - Belas paisagens a cada estação

Biei é conhecida como a cidade de morros, que mudam de cara a cada estação, proporcionando belas paisagens. O tamanho do município é quase igual à área total de 23 bairros de Tóquio. Biei também ganhou fama pelo passeio ciclístico. Próximo à Estação Biei, há lojas que alugam bicicletas. Depois das pedaladas, o turista pode descansar nas águas termais de Shirogane Onsen. Há várias opções de hospedagem na cidade, de albergues da juventude e pousadas até hotéis.

• Minami Furano
Em Minami Furano, onde fica o Lago Kanayama, há alternativas de lazer diferentes das de Furano. O lago é conhecido pelo peixe Ito, a maior espécie que vive em água doce no Japão. Na beira, existe uma área de camping para mais de 500 barracas e uma das melhores infra-estruturas de Hokkaido. Além da pesca, pode-se praticar modalidades esportivas como canoagem, windsurfe e iatismo. Existem excursões de canoa pelo lago, com guia. No Rio Karachi, pode ser praticado rafting, a descida do rio em botes infláveis. Ao lado da área de camping, há um campo de alfazema de 7 mil m².


MATO - Balneário de Fukiage Roten no Yu

• Kami Furano
Em 1948, as primeiras sementes de alfazema foram plantadas em Kami Furano. Além de campos de alfazema e de papoula, a cidade tem um balneário chamado Tokachi Onsen-go, composto por Fukiage Roten no Yu e Tokachi Onsen. O primeiro situa-se no meio do mato, e serviu como um dos cenários do último capítulo de Kita no Kuni Kara.

Já Tokachi Onsen é conhecido como “balneário acima de nuvens”, pela sua localização. Fica a 1.280 m acima do nível do mar, de onde se pode avistar a cordilheira Tokachi. Nos campos de alfazema de Kami Furano, é possível arrendar uma parte do campo de flores. Os arrendatários recebem cerca de mil arbustos de flores secas, que são enviadas diretamente de Kami Furano no outono, durante três anos.

• Parque Hinode


ROKUGO - Cenário de Kita no Kuni Kara

Um morro inteiro é usado como campo de alfazema (3,4 hectares). Fica a 5 minutos de carro da estação Kami Furano. É palco do Festival de Alfazema, que acontece no final de julho.

• Flower Land Kami Furano
A área total de campos de flores (com alfazema e papoula) mede 4 hectares, ou o equivalente a 15 vezes o Tokyo Dome.

• Furano, a cidade no centro de Hokkaido


FARM TOMITA - “Salvadora” da lavanda

A cidade de Furano fica exatamente no centro de Hokkaido. No campo da escola primária municipal, há uma rocha onde estão esculpidos os dizeres “Centro de Hokkaido”. A 15 minutos de carro da Estação Furano (JR), situa-se Highland Furano, conjunto de alojamentos com balneário e estabelecimentos esportivos com campo de alfazema de 3,4 hectares.

Em Furano, ainda é possível saborear queijos e manteigas frescos, vinhos e vários outros produtos feitos de frutas e verduras produzidas no local. No Furano Cheese Kooboo (Ateliê de Queijo), os visitantes conhecem o processo de fabricação e podem experimentar o queijo da região. Próximo fica a vinícola de tijolo vermelho Furano Wine Koojoo, localizada num morro. O Bosque Rokugo, cenário Kita no Kuni Kara, é aberto para visitação.


Arquivo NippoBrasil - Edição 289 - 22 a 28 de dezembro de 2004
 Arquivo - Turismo Japão
TURISMO JAPÃO
• Hokkaido: Tudo começou em Naka Furano
TURISMO JAPÃO
• É verão no Japão! Seis maneiras de conhecer o Monte Fuji, o destaque da estação
ARQUIVO - EDIÇÃO 285
• Kansai: Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 280
• Soka: Industrialização traz rápido progresso à cidade
ARQUIVO - EDIÇÃO 279
• Hirakata: Tranqüilidade na divisa de três províncias
TURISMO JAPÃO
• Conexão com a natureza: no Japão, banho de floresta ajuda a relaxar e a se desligar da vida agitada
ARQUIVO - EDIÇÃO 276
• NIigata
TURISMO JAPÃO
• Ano Novo no Japão: Celebração mais importante do calendário do arquipélago busca renovação e purificação
TURISMO JAPÃO
• Omotenashi: A experiência da hospitalidade japonesa nos tradicionais ryokans
ARQUIVO - EDIÇÃO 270
• Tohoku
ARQUIVO - EDIÇÃO 267
• Komatsu
ARQUIVO - EDIÇÃO 258
• Chugoku-Shikoku - O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 254
• Templo Horyuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 247
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 244
• Monte Fuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 242
• Okinawa
ARQUIVO - EDIÇÃO 240
• Hokuriku
ARQUIVO - EDIÇÃO 236
• Nikko: a cidade dos santuários
ARQUIVO - EDIÇÃO 232
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 229
• Yamanashi
ARQUIVO - EDIÇÃO 227
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 222
• Hakone
ARQUIVO - EDIÇÃO 220
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 216
• Iwate
ARQUIVO - EDIÇÃO 214
• Ilha de Sado
ARQUIVO - EDIÇÃO 211
• Hokkaido - Tudo começou em Naka Furano
ARQUIVO - EDIÇÃO 208
• Kansai - Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 205
• Soka
ARQUIVO - EDIÇÃO 202
• Hirakata
ARQUIVO - EDIÇÃO 199
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 197
• Tohoku
ARQUIVO - EDIÇÃO 195
• Tóquio e arredores: belezas que encantam
ARQUIVO - EDIÇÃO 193
• Chugoku-Shigoku: O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 191
• Okinawa: Uma região de paraísos subtropicais
ARQUIVO - EDIÇÃO 189
• Nagasaki - O berço cristão japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 187
• Shimabara
ARQUIVO - EDIÇÃO 185
• Tottori: O Saara japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 183
• Matsue - A herança intacta dos samurais
ARQUIVO - EDIÇÃO 181
• Chiba conserva folclore cultural da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 179
• Okutama: Refrescando-se nas montanhas
ARQUIVO - EDIÇÃO 177
• Mito: A cidade de um dos mais belos jardins japoneses
ARQUIVO - EDIÇÃO 175
• Izu - O paraíso das águas


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2021 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados