Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Domingo, 15 de setembro de 2019 - 12h08
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
  120 Anos de Amizade Japão-Brasil .::. Especial - NippoBrasil



Uma trajetória de muita amizade entre dois países que já foram, outrora, inimigos de guerra

Em 2015, comemoram-se
120 anos de amizade Brasil-Japão


 

(Texto: Redação/NB | Fotos: Divulgação e arquivos nippobrasil)

O Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão foi celebrado em Paris, na França, no dia 5 de novembro de 1895. A data é considerada um marco importante para o posterior desenrolar de toda a história nipo-brasileira, pois foi esse acordo que viabilizou a vinda oficial dos imigrantes japoneses ao Brasil em 1908.

Um pouco da história antes do
Tratado de Amizade Brasil-Japão

O contexto histórico daquela época, para ambos os países, era favorável a iniciativa de selar um tratado de amizade. Para o Brasil, porque havia recentemente libertado os escravos, em 1888, mas precisava assegurar mão de obra nas lavouras de café, cultura que estava em ascensão; e para o Japão, porque o país promovia grandes reformas administrativas e enfrentava muitos problemas de ordem social e populacional. A emigração de parte de sua população tornou-se uma alternativa para essas questões. Nesse período, a Terra do Sol Nascente passava por intensa reforma no campo e investia fortemente em suas indústrias nas cidades.

Logo após a libertação dos escravos, os imigrantes que chegaram ao Brasil ainda eram oriundos da Europa, isto porque a entrada de asiáticos estava proibida no país por um decreto de 1890. Contudo, dois anos depois, em 1892, essa lei foi extinta, pois os brasileiros tinham também interesse nos imigrantes orientais.

Já no Japão, o país começou a enviar emigrantes ao exterior desde o período da Restauração Meiji (1867/68 a 1912). Os primeiros emigrantes nipônicos foram para o Havaí, em 1868, depois para os EUA, o Peru, e finalmente chegaram ao Brasil, em 1908.


“Graças ao Tratado de Amizade Brasil-Japão, de 120 anos atrás, nós, os descendentes de japoneses estamos no Brasil. Sem a assinatura desse tratado, não estaríamos aqui. Brasil e Japão são dois países que se respeitam mutuamente.”

Hatiro Shimomoto, empresário e ex- deputado estadual de São Paulo.


Após a assinatura do tratado

Em 1987, com o Tratado de Amizade em vigor, iniciou-se a instalação das missões diplomáticas brasileira e japonesa. A missão diplomática japonesa foi instalada em agosto, em Petrópolis, no Rio de Janeiro; e a missão diplomática brasileira, em setembro do mesmo ano, no Japão.

Desde então, o ministro japonês começou a receber solicitações dos brasileiros por imigrantes japoneses. Em 1905, após solicitação do próprio governo brasileiro, o representante diplomático japonês escreveu uma carta para o seu país recomendando o Estado de São Paulo, como melhor destino para os migrantes nipônicos. O primeiro navio japonês, o Kasato Maru, chegou em 1908, no porto de Santos, em São Paulo.


As comemorações em 2015 e o
ano-novo como ponto de partida

Desde o fim de 2014, representantes governamentais ja se mobilizavam para a preparacao das comemoracoes do aniversario de 120 anos do Tratado de Amizade Brasil-Japao. O primeiro evento do ano foi selado logo na entrada de 2015, no dia 1º de janeiro, com um grande brinde de autoridades governamentais e de representantes das entidades nipo-brasileiras em Sao Paulo. No decorrer do ano, diversos eventos, shows, apresentacoes e mostras estao sendo realizados em todo o Brasil. Os tradicionais eventos anuais da comunidade nipo-brasileira e os matsuri recebem, neste ano, um motivo extra para comemorar.


Clique e veja mais!


Clique e veja mais!


Escolha dos Embaixadores da Boa Vontade

Zico, ex-jogador e técnico de futebol, e Márcia, cantora nipo-brasileira atuante no Japão, foram escolhidos como Embaixadores da Boa Vontade dos 120 anos de Amizade Brasil-Japão.

Arthur Antunes Coimbra, ou Zico, é muito conhecido e admirado pelos japoneses. Entre os anos de 1991 a 1994, Zico jogou no time japonês Kashima Antlers, contribuindo efetivamente para elevar o nível da equipe e, entre 2002 e 2006, retornou às terras japonesas como treinador. Hoje comentarista esportivo, o ex-jogador representa o lado brasileiro.

Márcia Nishie, descendente de japoneses de Mogi das Cruzes, São Paulo, é a primeira cantora nipo-brasileira a fazer sucesso no circuito profissional de música japonesa. Ela foi nomeada a Embaixadora dos 120 Anos de Amizade Japão-Brasil, para promover o entendimento mútuo e o intercâmbio entre o Japão e o Brasil no Japão.


Opinião

Esquadrão japonês no Brasil (1965)
Escrito por Diogo Nomura* - publicado na edição 269 do Jornal Nippo-brasil, de 4 a 10 de agosto de 2004

Inspiração
para a paz
Escrito por Junji Abe é líder rural, foi deputado federal pelo PSD-SP (fev/2011-jan/2015) e prefeito de Mogi das Cruzes (2001-2008)

 

Resumo dos principais acontecimentos
ao longo da amizade Brasil-Japão


O dicionário de Otake Wazaburo foi o mais utilizado nos primeiros anos da imigração

• 1888 - A abolição da escravatura no Brasil incentivou a entrada de imigrantes estrangeiros.

• 1889 - Vem ao Brasil Wasaburo Otake, o pai do primeiro dicionário português-japonês do Japão.

• 1892 - O Brasil autorizou legalmente a entrada de imigrantes da China e do Japão, que antes também era proibida por lei.

• 1893 - Criou-se, no Japão, a Sociedade Colonizadora. E, um ano depois, representantes visitaram o Brasil.

• 1895 - Assinatura do Tratado de Amizade entre Brasil e Japão em Paris, na França.

• 1897 - Instalação da legação japonesa (missão diplomática) em Petrópolis, no Rio de Janeiro, e da legação brasileira no Japão.

• 1905 - Representante diplomático japonês envia carta ao Japão recomendando o Estado de São Paulo como melhor destino para os migrantes japoneses, após diversos pedidos dos brasileiros, inclusive do próprio governo do Brasil.

• 1906/1907 - A Companhia Imperial de Imigração (Kokoku Shokumin Kaisha) chega a São Paulo para firmar acordo com o secretário de Agricultura do Estado de São Paulo. Comprometeu-se a trazer 3 mil famílias japonesas com 3 integrantes ou mais no prazo de 3 anos.

• 1908 - Partindo de Kobe, no Japão, chega o primeiro navio, o Kasato-Maru, com 781 imigrantes japoneses, em 18 de junho, no porto de Santos, em São Paulo.

• 1915 - Estabelecimento do Consulado Geral do Japão em São Paulo.

• 1926 - Fundada em Kobe, no Japão, a Sociedade Japão-Brasil (Nippaku Kyokai). E, em 1928, foi fundada a primeira Hospedaria Japonesa dos Emigrantes (Kokuritsu Imin Shuyojo), posteriormente conhecido como Centro de Emigração de Kobe.

• 1929 - Chegada dos primeiros imigrantes na Amazônia, no Norte do Brasil.

• 1932 - Fundação da Associação Central Nipo-Brasileira (Nippaku Chuô Kyokai) no Brasil. O presidente foi o príncipe Takamatsu.


Clique para ver o documento

• 1934 - Promulgada a Constituição de 1934 no Brasil, que incluía cotas para imigrantes. A cota anual de entrada de novos imigrantes foi limitada para dois por cento sobre o número de imigrantes dessa nacionalidade que entrou no Brasil nos últimos 50 anos, até o ano de 1933. No caso dos japoneses, como o número de imigrantes total até a data era de 142.457 pessoas, a cota de 2% ficou em 2.849 pessoas.

1940 - Assinatura do Convênio de Intercâmbio Cultural entre o Brasil e o Japão, mas logo anulado em 1941, quando a relação diplomática entre Brasil e Japão fora cortada, por causa da Segunda Grande Guerra.

Junho de 1941 - Chega o último navio de imigrantes japoneses antes da guerra, o Buenos Aires Maru. No total, 188.986 japoneses entraram no Brasil até esta data.

1949 - O Tratado sobre o Comércio é retomado entre o Brasil e o Japão.

1953 - Retomada da imigração japonesa no Brasil após a guerra. O navio Santos-Maru leva 54 imigrantes japoneses à Amazônia.

1954 - O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Katsuo Okazaki, participa das comemorações do IV Centenário de São Paulo.

1955 - Chega a primeira leva de 109 imigrantes do grupo de jovens de Cotia a Santos. Cerca de 2,3 mil jovens imigraram para o Brasil até 1967.

1956 - É criado o Centro de Emigração de Yokohama, no Japão.

1958 - Participação do Príncipe Mikasa e de sua esposa nos festejos dos 50 anos da imigração japonesa do Brasil. Neste mesmo ano, a companhia aérea Varig inicia a linha para o Japão; e a empresa USIMINAS, um empreendimento conjunto do Japão e do Brasil, conclui sua obra.

1960 - Visita da primeira comitiva brasileira privada ao Japão após a Segunda Guerra Mundial. Assinatura do Acordo de Imigração e Colonização Japão-Brasil no Rio de Janeiro.

1961 - Assinatura do Acordo Cultural Japão-Brasil e visita do ex-presidente Juscelino Kubitschek ao Japão.

1965 - Visita da primeira comitiva econômica japonesa à América do Sul organizada após a Segunda Guerra Mundial ao Brasil.

1967 - Visita do presidente eleito da República do Brasil, Artur da Costa e Silva, ao Japão. Em Tóquio, ele assina o Tratado de Imposto Japão-Brasil. Empresas japonesas começam a investir no Brasil. Visita do Príncipe Herdeiro Akihito e da Princesa Michiko ao Brasil.

1972 - Abertura da primeira agência japonesa do Banco do Brasil em Tóquio.

• 1973 - Saída do último navio de imigrantes para a América do Sul, o Nippon-Maru, parte do Porto de Yokohama com 285 imigrantes.

• 1974 - Visita do primeiro-ministro, Kakuei Tanaka, ao Brasil. Ele vem inspecionar o cerrado brasileiro.

• 1976 - Visita do presidente Ernesto Geisel ao Japão, onde reconheceu o Programa de Cooperação Nipo-Brasileira para o Desenvolvimento dos Cerrados (Prodecer) como um programa nacional brasileiro. Início do auxílio japonês ao desenvolvimento do cerrado.

• 1977 - Início do projeto de auxílio tecnológico da Agência de Cooperação Tecnológica do Japão (Jica) no Brasil.

• 1978 - Visita ao Brasil do Príncipe Herdeiro Akihito e da Princesa Michiko para participar dos 70 anos da Imigração Japonesa ao Brasil.

• 1989 - Visita do presidente Sarney ao Japão e participação no rito funerário ao Imperador Hirohito.

• 1990 - A Lei de Controle de Imigração Japonesa (Leis de Controle de Imigração e de Reconhecimento de Refugiados) foi alterada para autorizar emissão de visto para descendentes de japoneses do exterior de segunda e terceira geração e seus familiares a permanecer no Japão pelo período de três anos (na prática, autorizou o trabalho no Japão).

• 1990 - Visita do presidente Fernando Collor de Mello ao Japão.

• 1993 - Alteração do Artigo 206, do Código Penal brasileiro (Lei nº 2.848) pela Lei nº 8.683, de 1993, por iniciativa do então deputado federal Diogo Nomura. O artigo anterior criminalizava o aliciamento para fins de emigração no Brasil.

• 1995 - Centenário do Tratado de Amizade entre Brasil e Japão.

• 1996 - Visita do presidente Fernando Henrique Cardoso ao Japão. No mesmo ano, visita do primeiro-ministro Hashimoto ao Brasil.

• 2005 - Instituído, no Brasil, o Dia Nacional da Imigração Japonesa em 18 de junho. Lei nº 11.142, de 25 de julho de 2005.

• 2006 - Assinatura do decreto que adotou a tecnologia japonesa como base para o Sistema Brasileiro de TV Digital.

• 2008 - Realização do Centenário da Imigração Japonesa ao Brasil, com a visita do Príncipe Herdeiro Naruhito ao Brasil.


Naruhito chega ao Sambódromo sob forte esquema de
segurança: discurso emocionou muitos nikkeis
Foto: Nei Toledo


Príncipe deposita flores no Cais 14 do Porto de Santos
Foto: Andreano Takahashi/NB

• 2011 - Visita de Taro Aso como embaixador especial ao Brasil, para participar das cerimônias de posse da presidente Dilma Rousseff.

• Março de 2012 - Entra em vigor o Acordo de Previdência Social entre Brasil e Japão.

• 2014 - Visita da Princesa Takamado ao Brasil. Ela assistiu à partida de futebol da seleção japonesa durante a Copa do Mundo FIFA realizada no Brasil. De julho a agosto, visita do primeiro-ministro Shinzo Abe ao Brasil. Foi a primeira visita de um primeiro ministro japonês ao Brasil (Brasília e São Paulo), depois de uma década. Reunião de Cúpula Japão-Brasil com a presidente Dilma Rousseff.


Presidenta Dilma Rousseff em reunião bilateral com o Primeiro-Ministro do Japão, Shinzo Abe. (Brasília - DF, 01/08/2014)
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR


Fontes do resumo: Embaixada do Japão no Brasil,
Agência Brasil e arquivo do Jornal NippoBrasil
 
 
Participação japonesa no Carnaval de São Paulo de 2015

 

Em homenagem ao Tratado de Amizade Brasil-Japão, a escola de samba paulista Águia de Ouro, do grupo especial, desfilou no Carnaval 2015, com o samba-enredo Brasil e Japão: 120 anos de união. A escola recebeu um inusitado carro alegórico vindo especialmente do outro lado do mundo para reforçar essa amizade, o tatineputa. O carro alegórico moldado com desenhos da mitologia japonesa e com 15 metros de altura faz parte de um festival muito famoso do Japão, o Tatineputa Matsuri, realizado anualmente na Província de Aomori, norte do Japão. No desfile da Águia de Ouro, participaram 3,5 mil integrantes distribuídos em 25 alas. Diversas faces do Japão tradicional e moderno foram representadas nos carros alegóricos e nas fantasias.

 


Veja, abaixo, o samba-enredo da escola:

Brasil e Japão: 120 anos de união
Superação
Renasceu das cinzas a nova nação
Hoje é modernidade
Guerreiros da criação
No corpo se guarda o tesouro, cuidar é preservar
Colher e semear os frutos da mãe natureza
E com leveza para sempre desfrutar
É o elo pra purificar

Rituais de fé a meditar
A mente e a alma equilibrar bis
Respeito à vida Religião
É paz no coração

Agradecer aos deuses
Louvar e sempre celebrar
Em forma de arte unindo o folclore
É cultura popular
E assim de gol em gol
Virou paixão, eternizou
Os laços dessa união
Festejar
E mostrar ao mundo inteiro
Mais um samba verdadeiro
No carnaval de Asakusa

Explode alegria num só coração bis
Eterna aliança Brasil e Japão
Voa Águia vai buscar
O sonho de ser campeã

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2019 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados

171 usuários online