Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Quarta-feira, 26 de abril de 2017 - 6h54
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 289 - 8 a 14 de dezembro de 2004
Moti
Historicamente, acreditava-se que o fato de comer moti
unia os espíritos dos cereais e dos homens

HERANÇA -Até hoje, o kagamimochi é utilizado como tradição do ano-novo
 

(Fotos: Aliança Cultural Brasil-Japão | Arquivo NB)

Para os japoneses, os protagonistas das festas de ano-novo (oshougatsu), a celebração mais importante do ano, são: o moti, o saquê, o ozouni (sopa de legumes com moti) e o osechi ryouri (iguarias típicas de ano-novo). Os altares domésticos xintoístas (kamidana) e budistas (butsudan), assim como o tokonoma (espaço considerado sagrado das salas e dos quartos japoneses) são ornamentados com o kagamimochi (literalmente, moti em formato de espelho redondo).

Desde tempos antigos, os japoneses, historicamente um povo agrícola, tinham o costume de rogar às divindades boas colheitas de seus principais cereais (gokoku houjou): arroz, trigo, soja, painço, sorgo e milhete, no início de cada ano. Estes rituais se firmaram como tradição na Era Muromachi, no século XIV e, posteriormente, seu significado foi ampliado, remetendo ao desejo de felicidade da família, da sociedade e da nação.

A história do moti

Foi comprovado que as técnicas de cultivo de arroz foram introduzidas no Japão já na Era Yayoi (300 a.C.–300 d.C.). Segundo a obra Kojiki (Registro de fatos antigos), da Era Nara, século VIII, ofertava-se o kagamimochi no santuário xintoísta de Ise. O kagamimochi também é mencionado nos famosos Contos de Genji (Genji Monogatari), da Era Heian (794–1185). Os antigos japoneses, que acreditavam que o fato de comer moti unia os espíritos dos cereais e dos homens, utilizavam-no em diversos rituais e celebrações ao longo do ano.

Para preparar o moti, utiliza-se o motigome (arroz para moti, arroz glutinoso) e, para o arroz comum, utiliza-se o uruchi (arroz não glutinoso). Ambos têm 76% de amido em sua composição, mas 100 g de moti contêm 235 kcal, enquanto a mesma quantidade de arroz contém 148 kcal. Pelo seu alto índice calórico e pela fácil digestão, sendo rapidamente absorvido pelo organismo, diz-se que é recomendável que atletas consumam o moti antes de competições.


PREPARO - Moti é feito de modo artesanal no 1º dia do ano
 

Você sabia?


Os principais tipos de moti

Existem diversos tipos de moti consumidos ao longo do ano, segundo as estações. Na primavera e no verão, temos: sakuramochi, kashiwamochi, ohagi, kusamochi e hishimochi.


Sakuramochi

Ohagi

Sakuramochi – bolinhos finos de arroz recheados com uma pasta doce de feijão azuki (an), envoltos em folhas de cerejeira conservadas em salmoura.

Kashiwamochi – moti recheado com an envolto em folhas de carvalho, consumidos no Dia das Crianças, em maio.

Kusamochi – moti misturado com artemísia. Pode ser coberto com kinako ou açúcar mascavo.

Hishimochi – moti com formato de losango nas cores vermelho, branco e verde, consumido no Festival das Bonecas (Hinamatsuri).

Ohagi – bolinhos de arroz cobertos com an, kinako (farinha de soja torrada) ou gergelim, assim chamados por lembrarem a delicadeza da flor de lespedeza (hagi)

No outono e no inverno, temos: tsukimi dango, botamochi, kagamimochi e o ozouni.

Tsukimi dango – bolinhos redondos de arroz glutinoso, cozidos na água ou no vapor, servidos durante o tsukimi (celebração ao luar em que se admira a beleza da lua).

Botamochi – doce semelhante ao ohagi, porém maior. Recebe este nome por lembrar a peônia (botan, em japonês).

Kagamimochi – moti de ano-novo em formato de espelho arredondado, no qual a peça menor é colocada sobre a maior.

Ozouni – Sopa de ano-novo. Feita com caldo mais leve ou missoshiru acrescido de moti, verduras e algum tipo de carne.

 
História da Culinária
Arquivo Nippo - Edição 289
Moti
Arquivo Nippo - Edição 287
Soba
Arquivo Nippo - Edição 285
Menrui-Udon
Arquivo Nippo - Edição 283
Donburimono
Arquivo Nippo - Edição 281
Sekihan
Arquivo Nippo - Edição 279
Onigiri
Arquivo Nippo - Edição 277
Arroz
Arquivo Nippo - Edição 275
Missô
Arquivo Nippo - Edição 273
Natto
Arquivo Nippo - Edição 271
Tofu – O alimento ideal
Arquivo Nippo - Edição 269
Soja
Arquivo Nippo - Edição 267
Yosenabe
Arquivo Nippo - Edição 265
Shabu shabu
Arquivo Nippo - Edição 263
Sukiyaki
Arquivo Nippo - Edição 261
Nabemono (Caldeirada)
Arquivo Nippo - Edição 259
Sashimi - Segunda parte
Arquivo Nippo - Edição 257
Sashimi - Primeira parte
Arquivo Nippo - Edição 255
A história do inarizushi e chirashi
Arquivo Nippo - Edição 253
A história do makizushi
Arquivo Nippo - Edição 251
A história do nigirizushi
Arquivo Nippo - Edição 109
Ohagi e Monaka
Arquivo Nippo - Edição 107
Sembei
Arquivo Nippo - Edição 106
Anpan
Arquivo Nippo - Edição 105
Nagashi
Arquivo Nippo - Edição 104
Sakuramochi
Arquivo Nippo - Edição 102
Moti - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 101
Moti - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 76
Kinoko (Cogumelo)
Arquivo Nippo - Edição 50
Instant Lámen
Arquivo Nippo - Edição 18
Wagashi: os saborosos biscoitos e doces tradicionais japoneses
Arquivo Nippo - Edição 01
A lenda do linguado

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

98 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases