Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Domingo, 03 de julho de 2022 - 6h43
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Arquivo NippoBrasil - Edição 111 - 5 a 18 de julho de 2001
 
Ushikata to Yamauba - Parte 1
O vaqueiro e a bruxa da floresta
 

Adaptação livre de Claudio Seto
(Texto e desenhos: Claudio Seto)

 

Há muitos e muitos anos, num certo lugar, vivia um ushikata muito saudável. Ushikata era o nome dado às pessoas que tinha um boi e tirava seu sustento através de serviços utilizando esse animal.

Certa ocasião, um ushikata resolveu descer até o litoral, comprar peixes e vender numa aldeia no alto da montanha. Assim, ele comprou bastante peixe na colônia de pescadores e rumou montanha adentro. No desfiladeiro, quando passava por um bambuzal fechado, parou assustado porque as varas tremeram fazendo um barulho de arrepiar. Fixando atentamente os olhos para onde vinha o barulho, viu uma horrível yamauba se aproximando. As yamauba conforme o folclore japonês, eram velhas bruxas que habitavam as montanhas e que em torno delas existiam várias histórias horripilantes.

-Hei Ushikata, me dê um desses peixes. Ou será que vai negar?, disse a bruxa chegando perto do vaqueiro batendo os dentes. Ela babava verde e tinha os olhos com brilho assassino.

-Acho melhor eu dar no pé enquanto é tempo - pensou o ushikata dando um tapa na anca do boi e tentando fazer o animal andar mais depressa. Porém, como era subida de montanha e o boi que por natureza é vagaroso, continuou passo a passo sua caminhada sem pressa. Assim, a bruxa alcançou-os sem dificuldade nenhuma. O vaqueiro tremia como vara verde, pois a criatura, quanto mais a via, mais feia parecia.

-Por favor, Yamauba aceite esse peixe,disse o vaqueiro tirando um dos peixes que estava no cesto nas costas do boi.

A megera pegou o peixe, abriu uma bocarra que ia até as orelhas e começou a mastigar com seus dentes afiados, sem se importar com escamas, barrigadas, espinhas e tudo mais.

-Ei Ushikata de dá mais um.
-Sim...sim...- disse o vaqueiro morrendo de medo.
-Hum, que peixe delicioso, manda mais.

O vaqueiro com cara de choro ficou parado com dó de continuar dando peixes para a bruxa devorar. Então a velha saltou sobre o cesto de peixes no lombo do boi, desamarrou tudo e pegou peixes com as duas mãos. Abrindo sua enorme boca foi devorando peixe por peixe. Em pouco tempo havia comido toda carga do boi.

Morrendo de medo, o vaqueiro não conseguia mais nem falar. Então a bruxa com uma voz irritante gritou:

-Quero mais! Quero mais! Ainda estou com fome. Pensando bem vou devorar esse boi. Alguma objeção? Será que você quer ser devorado antes do boi? Chorando de medo o vaqueiro foi obrigado a concordar, dizendo em voz baixa e trêmula:
-Pode comer o boi.

A bruxa arregaçou as mangas das vestes e deu uma dentada na coxa do boi. O pobre animal tombou no gramado arrastando seu corpo. A bruxa abriu a enorme boca e deu uma dentada no lombo do boi arrancando pedaços. O vaqueiro, não suportando mais ver aquela cena macabra, saiu correndo e gritando por socorro.

A bruxa continuou devorando o boi, até que só sobrou os ossos do animal. Depois, levantou e saiu à procura do vaqueiro.
-Ei, Ushikata me espere. Onde está você?

Continua...

 
Adaptação livre de Claudio Seto
Lendas do Japão
Arquivo Nippo - Edição 330
Uri sennin
Arquivo Nippo - Edição 328
A moça e o pinheiro
Arquivo Nippo - Edição 326
Takarabashi, a ponte do tesouro
Arquivo Nippo - Edição 324
O guardião do tesouro
Arquivo Nippo - Edição 322
O Buda de madeira
Arquivo Nippo - Edição 320
O Tengu Azul e o Tengu Vermelho
Arquivo Nippo - Edição 318
O cúmulo da cortesia
Arquivo Nippo - Edição 316
O desejo de visitar o Grande Santuário de Ise e morrer
Arquivo Nippo - Edição 314
Hachizuke, o deus Inari
Arquivo Nippo - Edição 312
Kin no kamikazari
Arquivo Nippo - Edição 310
Shizuka-gozen e Sato Tadanobu - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 308
Shizuka-gozen e Sato Tadanobu - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 306
O incêndio de furisode
Arquivo Nippo - Edição 304
Um lírio de 33 flores
Arquivo Nippo - Edição 302
Ôoka Tadasuke e o caso do cheiro roubado
Arquivo Nippo - Edição 300
Zashiki Warashi
Arquivo Nippo - Edição 298
A Tartaruga e a Garça (Kame-san to Tsuru-san)
Arquivo Nippo - Edição 296
O Kozo e a Yamanbá
(parte final)
Arquivo Nippo - Edição 294
O Kozo e a Yamanbá
(parte 1)
Arquivo Nippo - Edição 292
A história de Shiro (Parte final)
Arquivo Nippo - Edição 290
A história de Shiro (Parte 1)
Arquivo Nippo - Edição 288
A bela mulher do desenho
(Parte Final)
Arquivo Nippo - Edição 286
A bela mulher do desenho
(Parte 1)
Arquivo Nippo - Edição 284
A lenda do Nobre Galo
Arquivo Nippo - Edição 282
O rei das trutas iwana
Arquivo Nippo - Edição 280
O gato assombrado de Nabeshima
Arquivo Nippo - Edição 278
Tanokyu e a serpente gigante
Arquivo Nippo - Edição 276
Anchin e Kiyohime
Arquivo Nippo - Edição 274
O legendário Hidesato
Arquivo Nippo - Edição 272
A princesa Peônia
- Parte Final
Arquivo Nippo - Edição 270
A princesa Peônia
- Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 268
A tennin e o pescador
Arquivo Nippo - Edição 266
Kitsune Tokoya
Arquivo Nippo - Edição 264
A Gata Encantada
Arquivo Nippo - Edição 262
Kinuhime, a deusa da seda
Arquivo Nippo - Edição 260
Os ratos sumotoris


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2022 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados