Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Domingo, 03 de julho de 2022 - 4h54
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Arquivo NippoBrasil - Edição 100 - 19 a 25 de abril de 2001
 
Tyudyo Hime. A princesinha inteligente - 1ª parte

Adaptação livre de Claudio Seto
(Texto e desenhos: Claudio Seto)

Há muitos e muitos anos, na então capital do Japão, Heian-kyo (hoje Quioto), havia um importante ministro da corte imperial de nome Fujiwara no Toyonari.

Ele tinha uma linda filha chamada Tyudyo Hime ou Princesa Tsudyo. A princesinha além de inteligente era uma hábil tocadora de koto (instrumento musical de treze cordas de seda, com cerca de dois metros de comprimento e tangido por três plectros de marfim, em forma de dedeira presos à mão direita). Quando tinha 9 anos tocou para o imperador, e recebeu um honroso presente de sua majestade.

A princesa vivia feliz, mas certo dia, sua mãe faleceu por causa de uma doença. E para aumentar a desgraça, o ministro foi caluniado por um cortesão de mau carácter, que, aproveitando-se do momento de dor que passava Toyonari, tentou apossar do cargo na corte. Injustamente acusado, o ministro Fujiwara no Toyonari foi exilado para uma província bem distante de Heian-kyo.

A princesa ficou temporariamente morando na casa de parentes, até que seu pai retornasse à capital. Inteligente e bonita como era, todos a tratavam com muito carinho. Certo dia, a princesinha tocou o koto diante dos mais importantes membros da poderosa clã Fujiwara e foi aplaudida com entusiasmo.

- Bravo! bravo! Ninguém toca tão bem quanto Hime. Aclamaram os ouvintes com muita euforia.
Porém, a mocinha da casa onde ela estava hospedada, fez uma cara de quem não gostou nem um pouco dos elogios que faziam à Princesa Tyudyo. Essa mocinha era filha de um parente do ex-ministro Toyonari e se chamava Teruhi no Mae.

Por causa que Tyudyo era elogiado por todos, Teruhi, que tinha quase a mesma idade, morria de ciúmes dela. A princesa Teruhi, por causa de sua beleza, era alvo dos elogios de todos até a chegada da Princesa Tyudyo naquela mansão. O fato de Tyudyo ter lhe roubado a cena, foi para ela um ato odioso e imperdoável. Certo dia, Teruhi no Mae chamou o servo Kadota e deu a seguinte ordem:

- Leve a Princesa Tyudyo ao monte Hibari e dê um sumiço nela.
Kadota levou um susto ao ouvir tal ordem. Tentou convencê-la que devia parar com tal idéia, mas Teruhi estava irredutível e não lhe dava ouvidos. Kadota então, muito a contra-gosto, levou Tyudyo para o monte Hibari.

Mas lá chegando, com pena da princesinha não foi capaz de abandoná-la, deixando à mercê de animais selvagens. Kadota então se ajoelhou na frente da Princesa Tyudyo e falou da ordem que recebeu da princesa Teruhi.

- Se ela me odeia a esse ponto, eu devo ter feito alguma coisa errada. Vou ficar morando no meio desta floresta e refletir bastante para poder me aperfeiçoar como pessoa - disse a princesa Tyudyo.

Nisso Baya, a dama de companhia da princesa, que preocupada havia saído em seu encalço, apareceu apavorada. Kadota e Baya resolveram ficar morando junto com a princesa na floresta para protegê-la.

Continua...

 
Adaptação livre de Claudio Seto
Lendas do Japão
Arquivo Nippo - Edição 330
Uri sennin
Arquivo Nippo - Edição 328
A moça e o pinheiro
Arquivo Nippo - Edição 326
Takarabashi, a ponte do tesouro
Arquivo Nippo - Edição 324
O guardião do tesouro
Arquivo Nippo - Edição 322
O Buda de madeira
Arquivo Nippo - Edição 320
O Tengu Azul e o Tengu Vermelho
Arquivo Nippo - Edição 318
O cúmulo da cortesia
Arquivo Nippo - Edição 316
O desejo de visitar o Grande Santuário de Ise e morrer
Arquivo Nippo - Edição 314
Hachizuke, o deus Inari
Arquivo Nippo - Edição 312
Kin no kamikazari
Arquivo Nippo - Edição 310
Shizuka-gozen e Sato Tadanobu - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 308
Shizuka-gozen e Sato Tadanobu - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 306
O incêndio de furisode
Arquivo Nippo - Edição 304
Um lírio de 33 flores
Arquivo Nippo - Edição 302
Ôoka Tadasuke e o caso do cheiro roubado
Arquivo Nippo - Edição 300
Zashiki Warashi
Arquivo Nippo - Edição 298
A Tartaruga e a Garça (Kame-san to Tsuru-san)
Arquivo Nippo - Edição 296
O Kozo e a Yamanbá
(parte final)
Arquivo Nippo - Edição 294
O Kozo e a Yamanbá
(parte 1)
Arquivo Nippo - Edição 292
A história de Shiro (Parte final)
Arquivo Nippo - Edição 290
A história de Shiro (Parte 1)
Arquivo Nippo - Edição 288
A bela mulher do desenho
(Parte Final)
Arquivo Nippo - Edição 286
A bela mulher do desenho
(Parte 1)
Arquivo Nippo - Edição 284
A lenda do Nobre Galo
Arquivo Nippo - Edição 282
O rei das trutas iwana
Arquivo Nippo - Edição 280
O gato assombrado de Nabeshima
Arquivo Nippo - Edição 278
Tanokyu e a serpente gigante
Arquivo Nippo - Edição 276
Anchin e Kiyohime
Arquivo Nippo - Edição 274
O legendário Hidesato
Arquivo Nippo - Edição 272
A princesa Peônia
- Parte Final
Arquivo Nippo - Edição 270
A princesa Peônia
- Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 268
A tennin e o pescador
Arquivo Nippo - Edição 266
Kitsune Tokoya
Arquivo Nippo - Edição 264
A Gata Encantada
Arquivo Nippo - Edição 262
Kinuhime, a deusa da seda
Arquivo Nippo - Edição 260
Os ratos sumotoris


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2022 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados