Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Quinta-feira, 19 de maio de 2022 - 2h26
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
 
Uri sennin
 

Adaptação livre de Claudio Seto
(Texto e desenhos: Claudio Seto)

No folclore japonês, existem seres imortais chamados sennin. São eremitas que vivem nas montanhas, dotados de poderes mágicos. A eles são atribuídos vários truques ilusionistas ou feitos milagrosos, como voar montados em animais e nuvens. Nos antigos casos que o povo conta, os sennin são citados em várias regiões do Japão, sendo conhecidos mais de 500 deles. Eles aparecem aos humanos em estradas montanhosas ou em sonhos caracterizados como um velhinho de barba branca que porta um cajado. Existem também muitos personagens reais, que, após acumular sabedoria durante toda a vida, se tornaram sennin em idade avançada.

Certa ocasião, há muitos e muitos anos, um carregamento de melões (uri) saiu de Yamato (antiga capital do Japão) rumo a Heian-kyo (nova capital) em uma carroça coberta por um pano grosso e puxado por três homens. No meio do caminho, a norte de Uji, os transportadores resolveram parar para um bom descanso, sob a sombra de um pé de caqui. Devido ao forte calor de verão, resolveram comer um melão cada um e deliciaram-se com a doce e cheirosa fruta.

Nesse momento, apareceu por lá um velhinho portando bastão que parou, de olho nos melões que os homem saboreavam.

– Estou com muita sede, será que não podem me presentear com um pedaço de melão?

– Gostaríamos de lhe oferecer um melão inteiro, mas a carga desta carroça é uma encomenda do palácio imperial, portanto, não podemos desfalcá-la – respondeu um dos homens, em tom de deboche.

– Vocês deviam ser mais educados com as pessoas de idade. Mas tudo bem, vou cultivar meus próprios melões para matar minha sede.

– O senhor vai morrer de sede antes de os melões madurarem – disse um dos rapazes, rindo do velhinho.

O ancião, sem se importar com a risada dos homens, fez o desenho de um canteiro com o bastão, juntou as sementes de melão que os homens haviam espalhado pelo chão e plantou no canteiro improvisado.

Os homens pararam de rir quando perceberam que as sementes recém-plantadas começaram a brotar, e as folhas foram se abrindo diante dos olhares de espanto. Os cipós cresciam sem parar e, em seguida, as flores se abriram e os frutos foram nascendo por toda parte. Em questão de minutos, o velhinho estava colhendo grandes melões maduros e de agradável aroma.

Os homens ficaram boquiabertos com o milagre que acabaram de assistir. Nem tiveram tempo para raciocinar sobre o que estava acontecendo, pois o velhinho disse:

– Vamos comer o melão que plantei e distribuí-lo para todas as pessoas sedentas que por aqui passarem.

Os homens pediram desculpas por terem sido egoístas e aceitaram de bom grado os melões que o bom velhinho estava oferecendo. Fartaram-se de comer e distribuíram a todos os transeuntes. Em dado momento, o velhinho disse:

– Vou continuar minha caminhada, porque já matei minha sede – assim, continuou em frente, até desaparecer nas curvas da estrada.

Quando os três homens voltaram também a seguir para a capital, perceberam que a carroça estava mais leve. Tiraram a lona que cobria os melões e perceberam que eles haviam desaparecido. Concluíram, então, que haviam cruzado com um sennin. E o truque ilusionista do sennin fez com eles comecem e distribuíssem os próprios melões.

 
Adaptação livre de Claudio Seto

Arquivo NippoBrasil - Edição 328 - 12 a 18 de outubro de 2005
Lendas do Japão
Arquivo Nippo - Edição 330
Uri sennin
Arquivo Nippo - Edição 328
A moça e o pinheiro
Arquivo Nippo - Edição 326
Takarabashi, a ponte do tesouro
Arquivo Nippo - Edição 324
O guardião do tesouro
Arquivo Nippo - Edição 322
O Buda de madeira
Arquivo Nippo - Edição 320
O Tengu Azul e o Tengu Vermelho
Arquivo Nippo - Edição 318
O cúmulo da cortesia
Arquivo Nippo - Edição 316
O desejo de visitar o Grande Santuário de Ise e morrer
Arquivo Nippo - Edição 314
Hachizuke, o deus Inari
Arquivo Nippo - Edição 312
Kin no kamikazari
Arquivo Nippo - Edição 310
Shizuka-gozen e Sato Tadanobu - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 308
Shizuka-gozen e Sato Tadanobu - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 306
O incêndio de furisode
Arquivo Nippo - Edição 304
Um lírio de 33 flores
Arquivo Nippo - Edição 302
Ôoka Tadasuke e o caso do cheiro roubado
Arquivo Nippo - Edição 300
Zashiki Warashi
Arquivo Nippo - Edição 298
A Tartaruga e a Garça (Kame-san to Tsuru-san)
Arquivo Nippo - Edição 296
O Kozo e a Yamanbá
(parte final)
Arquivo Nippo - Edição 294
O Kozo e a Yamanbá
(parte 1)
Arquivo Nippo - Edição 292
A história de Shiro (Parte final)
Arquivo Nippo - Edição 290
A história de Shiro (Parte 1)
Arquivo Nippo - Edição 288
A bela mulher do desenho
(Parte Final)
Arquivo Nippo - Edição 286
A bela mulher do desenho
(Parte 1)
Arquivo Nippo - Edição 284
A lenda do Nobre Galo
Arquivo Nippo - Edição 282
O rei das trutas iwana
Arquivo Nippo - Edição 280
O gato assombrado de Nabeshima
Arquivo Nippo - Edição 278
Tanokyu e a serpente gigante
Arquivo Nippo - Edição 276
Anchin e Kiyohime
Arquivo Nippo - Edição 274
O legendário Hidesato
Arquivo Nippo - Edição 272
A princesa Peônia
- Parte Final
Arquivo Nippo - Edição 270
A princesa Peônia
- Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 268
A tennin e o pescador
Arquivo Nippo - Edição 266
Kitsune Tokoya
Arquivo Nippo - Edição 264
A Gata Encantada
Arquivo Nippo - Edição 262
Kinuhime, a deusa da seda
Arquivo Nippo - Edição 260
Os ratos sumotoris


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2022 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados