Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Quarta-feira, 18 de maio de 2022 - 1h25
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Arquivo NippoBrasil - Edição 092 - 22 a 28 de fevereiro de 2001
 
A flor da honestidade - Parte 2

(Por Claudio Seto)

Mesmo sem ter nada brotado no vaso e muito menos uma linda flor de crisântemo para mostrar, a jovem resolveu que iria a grande audiência, pois era a última chance de ver o príncipe novamente. Assim, no dia marcado a moça se apresentou com seu vaso sem planta. No salão havia lindos crisântemos floridos, cada um mais bonito que o outro, e de todos os tamanhos e cores. A ausência de planta no vaso de moça chamou a atenção da corte que começou a rir daquela que havia trazido a “flor do nada”.

-É uma ofensa ao Imperador – diziam as más línguas.
Anunciado pelo mestre de cerimônias, o Imperador chegou ao salão seguido do príncipe herdeiro que veio em traje de arqueiro. O Imperador admirado com tantas flores lindas, começou a apreciar uma por uma. Depois de examinar todas cuidadosamente, ele anunciou o resultado:

-Não resta dúvidas que em nosso país existem muitas espécies de belíssimos crisântemos. Talvez um dia essa flor se torne o símbolo da Família Imperial. Mas a escolhida dessa grande audiência é aquela que trouxe um vaso sem plantas.

Dizendo isso o Imperador retirou-se do salão.
Todos começaram a reclamar com os conselheiros. Os nobres ficaram inconformados com os resultados mas nada podiam fazer porque foi uma decisão do imperador, um descendente direto de Amaterassu Oomikami, a Augusta Deusa Sol.

O príncipe ficou satisfeito porque a escolha recaiu sobre aquela que mais lhe agradara desde o começo e foi agradecer ao imperador.
-Senhor meu pai, sou lhe muito grato por ter escolhido a garota de minha preferência para minha futura esposa. Gostaria de saber como descobriu que eu tinha gostado daquela garota desde o primeiro momento que a ví.

-Meu filho, eu apenas quis escolher a mais confiável para ser a sua esposa. Então entreguei para todas sementes de crisântemos estéreis, pois essa espécie de crisântemo só é possível de ser reproduzida fazendo enraizar os galhos. No entanto, trouxeram flores maravilhosas dizendo que brotaram de sementes que jamais nasceram. Somente aquela que trouxe o vaso vazio, veio com a flor que eu esperava: a flor da honestidade.

História do Japão
Arquivo Nippo - Edição 324
Era Meiji (Parte 5) - Gakumon no susume Era Meiji (Convite ao saber)
Arquivo Nippo - Edição 322
Era Meiji (Parte 4) - Trabalho e sociedade
Arquivo Nippo - Edição 320
Era Meiji (Parte 3) - Coréia: muralha de proteção
Arquivo Nippo - Edição 318
Era Meiji (Parte 2) - O despertar da modernidade
Arquivo Nippo - Edição 316
Era Meiji (Parte 1) - O imperador assume o poder
Arquivo Nippo - Edição 314
Era Edo (Parte 7) - Os revolucionários e a queda do xogunato Tokugawa
Arquivo Nippo - Edição 312
Era Edo (Parte 6) - Popularizacao de algumas formas de arte
Arquivo Nippo - Edição 310
Era Edo (Parte 5) - As três fases culturais
Arquivo Nippo - Edição 308
Era Edo (Parte 4) - Os grandes impérios do
Ocidente invadem o Oriente
Arquivo Nippo - Edição 306
Era Edo (Parte 3) - Fome, revoltas e novas políticas
Arquivo Nippo - Edição 304
Era Edo (Parte 2) - Proibição do cristianismo e fechamento dos portos
Arquivo Nippo - Edição 302
Era Edo (Parte 1) - O início do isolamento japonês
Arquivo Nippo - Edição 300
Era Azuchi-Momoyama (Parte 4) - As mulheres que viveram na era das guerras
Arquivo Nippo - Edição 298
Era Azuchi-Momoyama (Parte 3) - Batalha de Sekigahara
Arquivo Nippo - Edição 296
Era Azuchi-Momoyama (Parte 2) - Nanban Bôeki
Arquivo Nippo - Edição 294
Era Azuchi-Momoyama (Parte 1) - O início da unificação japonesa
Arquivo Nippo - Edição 292
Era Muromachi (parte 4) - Tempos de piratas, comércio e expansão
Arquivo Nippo - Edição 290
Era Muromachi (parte 3) - Cultura Kitayama e Higashiyama
Arquivo Nippo - Edição 288
Era Muromachi (parte 2) - A era dos países em guerra
Arquivo Nippo - Edição 286
Era Muromachi (parte 1) - Era de duas cortes e “Restauração Kenmu”
Arquivo Nippo - Edição 284
Era Kamakura (parte 4) - Novo budismo em Kamakura
Arquivo Nippo - Edição 282
Era Kamakura (parte 3) - Habitações da cidade medieval de Kamakura
Arquivo Nippo - Edição 280
Era Kamakura (parte 2) - Yoshitsune, Benkei e Shizuka-gozen
Arquivo Nippo - Edição 278
Era Kamakura (parte 1) - Consolidação da política dos samurais
Arquivo Nippo - Edição 276
Era Heian - Parte 4
Era Heian e o budismo
Arquivo Nippo - Edição 274
Era Heian - Parte 3
Hiragana e a literatura
Arquivo Nippo - Edição 272
Era Heian - Parte 2
O surgimento dos samurais
Arquivo Nippo - Edição 270
Era Heian - Parte 1
Os grandes latifúndios


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2022 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados