Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Domingo, 23 de janeiro de 2022 - 19h19
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
 
Tanabata Matsuri – O Festival das Estrelas
Lenda do encontro de Orihime e Kengyu em 7 de julho – tema da comemoração – tem como origem o festival chinês chamado Kikkoden


PESQUISA - Desejos infantis são pesquisados através dos tanzaku no festival Tanabata

 
Fotos: Divulgação / Arquivo NB

No dia 7 de julho, é comemorado o Festival Tanabata. Muitos já devem ter visto o Festival Tanabata realizado na Praça da Liberdade e já devem conhecer o costume de se escrever os pedidos em tanzaku (folhas coloridas com 36 x 6 cm de medida), fixando-as em galhos de bambu. As pessoas que conhecem um pouco mais sobre o assunto já devem ter ouvido falar na romântica lenda na qual a princesa Orihime (Estrela Vega, da Constelação de Lira) e seu amado Kengyu (Estrela Altair, da Constelação da Águia) ficam separados pela Via Láctea e podem se encontrar apenas uma vez por ano, nesta data. Mas muitos devem ter questionado o porquê de se ler como Tanabata o conjunto de ideogramas (nana, shichi= sete) e (yuu, seki = final da tarde). Ao buscar a razão disso, passamos a enxergar a outra origem do Tanabata.

A história do tanabata

A lenda do encontro de Orihime e Kengyu em 7 de julho tem como origem o festival chinês chamado Kikkoden. Considerando que esta seria a noite do encontro das duas estrelas, as mulheres faziam oferendas no final da tarde, desejando melhorar suas habilidades em costura e caligrafia.

No Japão, havia uma atividade palaciana parecida com esta, registrada em Fudoki (escritura do século VIII, na qual foram registradas informações geográficas de cada região). De acordo com o registro, nesta data os nobres limpavam e purificavam os jardins e observavam o encontro das duas estrelas, fazendo um dos seguintes pedidos: riqueza, longevidade ou filhos. Existe alguma relação com o atual festival Tanabata, mas não existiam os bambus e as folhas de tanzaku que atualmente marcam esta festividade. Na verdade, o que deu origem aos bambus e aos tanzaku e até mesmo à denominação tanabata foi uma atividade popular que era realizada à parte dessa tradição palaciana.

Entre os populares, Tanabata significava máquina de tecelagem. Havia, nesta época, uma cerimônia na qual as mulheres faziam um tecido sagrado para oferecer ao deus da água; esta cerimônia é interpretada como sendo um preparativo para os finados, com finalidade de purificação. Teriam sido realizadas na tarde do dia 7 de julho e, por isso, grafado como (sete / tarde) e lido como Tanabata. Por volta da Era Edo, no festival popular Tanabata passaram a figurar o bambu e as folhas de tanzaku. Como dizem que escreviam nos tanzaku os seus desejos ou o pedido de elevação das habilidades nas artes e técnicas, pensa-se que, nessa época, já havia a fusão da atividade popular misogi, que antecedia os finados, com a atividade palaciana.

Os sonhos das crianças

Os leitores adultos ainda se lembram dos sonhos e desejos que possuíam quando crianças? Quando chega a época do Festival Tanabata, aproveitando os pedidos feitos pelas crianças, é realizada no Japão uma pesquisa sobre as profissões desejadas para o futuro. É curioso que os sonhos das crianças, na maioria das vezes, refletem a época em que vivem. De acordo com a pesquisa de 2004, entre os meninos, a profissão mais cotada voltou a ser jogador de beisebol, depois de 3 anos, devido às atuações de jogadores japoneses de beisebol na Liga Americana. Por outro lado, as meninas optaram por vendas de alimentos. Isto parece um tanto realístico, mas talvez a preferência dos adultos pela busca da boa mesa tenha influenciado também as crianças.


Arquivo NippoBrasil - Edição 315 - 29 de junho a 5 de julho de 2005
Busca
Cultura Tradicional
Arquivo Nippo - Edição 315
Tanabata Matsuri – O Festival das Estrelas
Arquivo Nippo - Edição 313
Museu em Yokohama apresenta a história dos japoneses no exterior
Arquivo Nippo - Edição 311
Minamoto-no-Yoshitsune
Arquivo Nippo - Edição 309
O taikô japonês
Arquivo Nippo - Edição 307
Festejos e tradições de Tango no Sekku
Arquivo Nippo - Edição 305
A Golden Week e as viagens
Arquivo Nippo - Edição 301
A cerimônia de formatura e o uso do hakama como traje oficial
Arquivo Nippo - Edição 299
Abertura dos portos – um passo em direção à sociedade internacional
Arquivo Nippo - Edição 297
Hinamatsuri
Arquivo Nippo - Edição 295
Setsubun marca mudança de estação
Arquivo Nippo - Edição 293
Kagamibiraki
Arquivo Nippo - Edição 290
Joya-no-kane: O bater dos sinos na passagem do ano
Arquivo Nippo - Edição 287
As sete divindades da felicidade (Shichifukujin)
Arquivo Nippo - Edição 285
Dia do shogui
Arquivo Nippo - Edição 283
Chushingura
Arquivo Nippo - Edição 281
Dia Internacional Contra a Guerra
Arquivo Nippo - Edição 277
A pintura ocidental japonesa
Arquivo Nippo - Edição 275
Casamentos e pérolas
Arquivo Nippo - Edição 273
Dia da Prevenção contra Catástrofes
Arquivo Nippo - Edição 271
História e origem do banho de ofurô
Arquivo Nippo - Edição 269
Idades do azar: descubra quais são e como é possível livrar-se delas
Arquivo Nippo - Edição 267
Okoden e missas em memória de falecidos
Arquivo Nippo - Edição 265
Tanabata e tanzaku
Arquivo Nippo - Edição 263
Tatuagem – Irezumi
Arquivo Nippo - Edição 261
Dia de Prevenção da Cárie Dentária
Arquivo Nippo - Edição 259
Dia Mundial de Combate ao Fumo
Arquivo Nippo - Edição 257
Superstições
Arquivo Nippo - Edição 255
Bushido
Arquivo Nippo - Edição 253
Orange Day
Arquivo Nippo - Edição 251
O Aniversário de Buda
Arquivo Nippo - Edição 249
Dia da proteção aos animais
Arquivo Nippo - Edição 247
Hina Ningyoo (Bonecos do Dia das Meninas)


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2022 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados