Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Quarta-feira, 28 de outubro de 2020 - 22h14
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
 
Susuharai e Ooharae (Limpeza geral e purificação)

Antes do Oshogatsu (Ano Novo), os japoneses limpam a casa, os templos, o palácio imperial e eliminam também as impurezas espirituais


Desde o ano 701, a prática é uma atividade naciona

 
Fotos: Divulgação / Arquivo NB

Na casa de vocês leitores já foi feita a limpeza geral do final de ano? Desde antigamente existiu a atividade chamada susuharai que consistia em eliminar o pó dos santuários e de toda a casa no dia 13 de dezembro.

A mídia noticia ações como a da caravana de dedicação de serviços voluntários que visitou o Palácio Imperial, onde os participantes dedicaram-se à limpeza do imenso jardim e após isso receberam as palavras do casal imperial, ou então do movimento de limpeza da cidade de São Paulo tendo à frente o Sr. Iijima do conhecido instituto de beleza Soho. Essas ações não se resumem simplesmente em limpar, mas simbolizam algo espiritual que existe por detrás do ato.

• Ooharae •

Ooharae é o ato de purificação realizado, desde antigüidade no Xintoísmo, para eliminar todos os pecados e impurezas que as pessoas acumulam inconscientemente, para que vivam de forma correta e alegre, com a mente e o corpo purificados. A partir do código de leis do ano 701, esta prática foi considerada atividade nacional e passou a ser realizada de forma grandiosa no portão Suzakumon do palácio imperial para todo o povo, com a participação de altos funcionários do governo e sacerdotes xintoístas. Além de final de junho e final de dezembro, eram realizadas também quando da ocorrência de epidemias ou catástrofes para expulsar os maus espíritos que os provocavam. Mais tarde deixou de ser realizada, mas voltou a ser praticada no final do século 17. O governo de Meiji reiniciou a atividade sistematizando-a como atividade nacional. Mesmo após a guerra, continuou sendo praticada em todo o país como uma das importantes atividades dos santuários xintoístas.

• Como realizar •


As pessoas passam pela argola para afastar doenças e catástrofes

O arrozeiro e o cânhamo oferendado nos templos eram colocados no rio ou no mar após purificados. A purificação individual consistia em purificar os papéis e tábuas de madeira cortados em formato de pessoa (hitogata) e colocá-los no mar ou no rio. A purificação do mês de junho chamava-se nagoshi no harai e as pessoas passavam por dentro de uma argola feita de chigaya (espécie de planta) para estar livre de doenças e catástrofes. No bairro da Liberdade, em São Paulo, é realizado esse ritual de passar pela argola de Chigaya, juntamente com a realização de moti itsuki (ato de socar moti no pilão) do final de ano, sendo já conhecido pelos brasileiros.

• Outras purificações •

Há outras formas e ocasiões para purificação: yakubarai realizado no início da primavera (3 de fevereiro), yakubarai realizados nos aniversários de 25, 42 e 60 anos para os homens e 19 e 33 anos para as mulheres, jichinsai ou purificação na ocasião de erguer novas construções ou reformar as já existentes, purificação para sucesso comercial, mizuko kuyo ou culto aos fetos que não puderam nascer. Ultimamente existe até purificação de automóveis!

O que se deseja é que purifique não somente a casa mas também as almas para eliminar todas as impurezas acumuladas ao longo do ano e receber o ano novo com espírito renovado.

Notável é a sujeira que se vê pelas ruas da cidade de São Paulo. Seria bom se cada paulistano cultivasse o pensamento: “Mantenha a cidade limpa” para melhorar um pouco esse quadro.

 


O instrumento é utilizado na purificação

GOHEI

É um dos instrumentos utilizados pelos sacerdotes xintoístas na atividade sagrada da purificação. O instrumento é confeccionado com papéis dobrados e cortados em longas tiras nas cores branca ou dourada, prateada ou colorida em cinco cores. Há também uma outra versão com cânhamo rasgado em tiras pendendo de um cabo de madeira.

Dizem que Deus desce neste instrumento ou que o espírito divino trabalha através dele.


Arquivo NippoBrasil - Edição 235 - 3 a 9 de dezembro de 2003
Busca
Cultura Tradicional
Arquivo Nippo - Edição 263
Tatuagem – Irezumi
Arquivo Nippo - Edição 261
Dia de Prevenção da Cárie Dentária
Arquivo Nippo - Edição 259
Dia Mundial de Combate ao Fumo
Arquivo Nippo - Edição 257
Superstições
Arquivo Nippo - Edição 255
Bushido
Arquivo Nippo - Edição 253
Orange Day
Arquivo Nippo - Edição 251
O Aniversário de Buda
Arquivo Nippo - Edição 249
Dia da proteção aos animais
Arquivo Nippo - Edição 247
Hina Ningyoo (Bonecos do Dia das Meninas)
Arquivo Nippo - Edição 245
Oyatsu: O lanche da tarde japonês
Arquivo Nippo - Edição 243
Setsubun - Omen
Arquivo Nippo - Edição 241
Otoshidama
Arquivo Nippo - Edição 239
Hatsuyume
Arquivo Nippo - Edição 237
Omamori
Arquivo Nippo - Edição 235
Susuharai e Ooharae (Limpeza geral e purificação)
Arquivo Nippo - Edição 233
Provas garantem bom empregos desde o período Edo
Arquivo Nippo - Edição 231
História dos dicionários japonês-português
Arquivo Nippo - Edição 229
Tokonoma
Arquivo Nippo - Edição 227
Cataratas no Japão
Arquivo Nippo - Edição 225
Osekihan nas festividades
Arquivo Nippo - Edição 223
A Festa do Crisântemo
Arquivo Nippo - Edição 221
O Missô na alimentação japonesa
Arquivo Nippo - Edição 219
Miyamoto Musashi
Arquivo Nippo - Edição 217
Yukata
Arquivo Nippo - Edição 215
Gionmatsuri
Arquivo Nippo - Edição 213
Onsen (termas)
Arquivo Nippo - Edição 211
Kyuudoo, a arte do arco e flecha
Arquivo Nippo - Edição 209
Hoogaku: Música tradicional japonesa
Arquivo Nippo - Edição 207
Hinagata
Arquivo Nippo - Edição 205
Karesansui - O Jardim Japonês sem Água
Arquivo Nippo - Edição 203
Rakan, a imagem do Iluminado
Arquivo Nippo - Edição 201
Três grandes personalidades marcantes da era Meiji
Arquivo Nippo - Edição 199
Kiriko (Vidros laminados)
Arquivo Nippo - Edição 197
Sekisho, os Postos de Fiscalização
Arquivo Nippo - Edição 195
Hinamatsuri
Arquivo Nippo - Edição 193
Hanafuda


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2020 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados