Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Sexta-feira, 24 de novembro de 2017 - 0h10
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Comidas do Japão
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 079 - 16 a 22 de novembro de 2000
 
Hung Gar: O sistema marcial da Família Hung

PERFIL
Mestre Li Hon Ki (Li Hon Kay), introdutor dos estilos Hung Gar (Hung Kune) e Ving Tsun na América do Sul, é formado em acupuntura pelo Chinese Medical Research Institute e em osteologia pelo Ying Wha Institute of Chinese Medical Teament. Além de ser reconhecido como Mestre de Hung Gar pela Hong Kong Kune Association, Mestre de Tai Chi Chuan pela Hong Kong Cheng Tin Hung Tai Chi Institute e como Mestre de Ving Tsun pela Hong Kong Ving Tsun Athletic Association e pela Yip Man Martial Art Association, Li Hon Kay foi, entre outros, campeão asiático de combate (modalidade Kuoshu), ator, dublê e diretor técnico de filmes de Kung Fu das maiores empresas cinematográficas de Hong Kong, tais como a Golden Harvest e a Shaw’s Brothers.

“O Hung Gar é o estilo que melhor engloba o aspecto externo do tradicional Kung Fu praticado no Templo Shaolin, sendo uma arte de grande beleza, caracterizada pelo uso de numerosas armas tradicionais, daí a razão pela qual exerce tanta atração sobre o público”. Este fato levou Sifu Li Hon Ki a transmitir seus conhecimentos deste importante estilo de Kung Fu em sua academia na rua Barão de Iguape, 159, sala 4 - São Paulo.

Mestre Ki é hoje o único representante do Mestre Lin Jo (Lan Jao) de Hung Gar e do Grão-Mestre Duncan Sil Hung Leung do estilo Ving Tsun, no Brasil.

Histórico
Um rebelde chamado Hung Hei Guen aperfeiçoava suas habilidades de luta no Templo antes da destruição pelas tropas do império Yung Ching em 1700 (Dinastia Ching). Ele não era monge mas um mercador de chá, e por causa de suas habilidades superiores de luta e atuação como revolucionário, foi tutelado pelo Abade Gee Sin See.

Depois de treinar no Templo e escapar para o sul da China, Hung adaptou o estilo que aprendera para as condições do sul. Os chutes altos e rápidos, típicos do norte, eram inapropriados para os habitantes do sul, que eram fisicamente mais baixos que os do norte. O terreno instável e as precárias condições dos juncos chineses eram uma barreira adicional para o aprendizado do tradicional kung fu de Shaolin. O nome foi mudado para esconder as origens do estilo; aquele que praticasse um sistema Shaolin poderia ser executado.

Após a aprendizagem Hung mandou seus discípulos para que fossem organizar outros grupos, ensinando-lhes as técnicas. A arte de combater desses rebeldes foi chamada Hung Gar.

O nome “Hung” não tem significado preciso na língua ocidental. Muitos obtém a tradução errônea de “coragem” e ou “vermelho” . Esta palavra possui um nível de abstração muito alta, por isso a dificuldade de se conseguir uma tradução exata. Mas a palavra é nada mais, nada menos que o sobrenome do fundador do estilo, Hung Hei Guen.

Hung foi perseguido e teve que refugiar-se nas casas de Ópera Chinesa, onde começou a ensinar suas técnicas (nas Óperas Chinesas já se praticava o Kung Fu ).

Nos últimos cem anos, em Cantão, região Sul da China, existiram dez mestres que se destacaram por sua habilidade inigualável. Por alcançarem grande fama eram conhecidos como os “Dez Tigres de Cantão”. Dentre eles, cinco eram mestres de Hung Gar: Tií Kiu San, Sou Rak Fuú, Sou Rak Jií, Wong Lin e Wong Fei Hung, sendo este último considerado um herói e seus feitos foram imortalizados no cinema.

O Hung Gar pretende ser a forma original inalterada como era ensinada no Templo Shaolin. O motivo desta pureza, alegada por este estilo, remonta ao seu fundador que passou a maior parte de sua vida estudando com dois monges de Shaolin. Um de seus professores, Gee Sin, era um mestre no estilo “Punho Longo”ensinado no mosteiro; e o outro, Fong Wing Chuen, era um perito na arte do“Punho Curto”. Hung combinou os dois estilos para reconstruir fielmente os métodos ensinados no Templo Shaolin (com as devidas alterações).

Hoje a escola se baseia nas técnicas dos 5 Animais (Tigre, Águia, Garça, Leopardo e Serpente) descobertos por Pai Yu-Feng e Chueh Yuan (que revitalizou a arte no século XIV) com ênfase no Tigre e Garça.

ESTILO
O Hung Gar utiliza técnicas simples, com uma forte base de pernas, destacando o uso das técnicas de mão (palmas, garras e punhos), a constante utilização do antebraço e a canela tanto para defesa quanto para o ataque, o uso das técnicas de chutes (na maior parte das vezes na altura das costelas para baixo) e rápidas técnicas de quebramento. Sua principal característica é a utilização do ataque e defesa ao mesmo tempo.

O estilo se tornou famoso também nas seguintes características:

• Baixas posições, típicas do kung fu sulista. Um exemplo é o “Cavalo de 1000 quilos”. Técnica de aperfeiçoamento da Posição do Cavalo (Ma Pou); diziam que para mover quem dominava essa técnica seria como mover 1000 quilos.

• San Sing, ou “Bloqueio de Três Estrelas”. Esta é uma técnica que faz do praticante de Hung Gar ter antebraços extremamente resistentes a impactos, por condicionamento dos ossos, vasos sanguíneos, músculos e tendões. Permite que o praticante defenda golpes machucando o adversário sem se ferir.

• Mo Ying Guek, ou “Chute Que Não Sai Da Sombra”. Este chute foi desenvolvido pelo Mestre Wong Fei Hung. O nome se deve ao ataque ser feito com uma perna à mostra do adversário com extrema rapidez, sendo que esta perna aparentemente não atacaria, por isso o nome.

• Kiu Sao, ou “Mãos de Ponte”. Técnica que dá as mãos uma inacreditável firmeza e estabilidade. Um grande mestre nesta técnica foi Tií Kiu San (Ponte de Ferro), que uma vez resistiu a força de três homens agarrados a cada um de seus braços.

Também são treinadas as técnicas com 12 armas tipicamente chinesas, como o facão, adaga rabo de rato e o bastão de 3 segmentos..

 

Finalizada a Revolução Chinesa muitos mestres emigraram junto com os partidários de Chan Kai Chek, fugindo do exército comunista, refugiando-se em Taiwan e Hong Kong, a capital mundial do Kung Fu.
Em Hong Kong podemos destacar Mestres e Escolas representativas do Hung Gar, como:

• Li Hon Ki, aluno de Lam Jo, e este por sua vez, aluno de Lang Sey Wink.
• Chao Wing Tak, aluno de Tang Fung, e este por sua vez, aluno de Wong Fei Hung.
• Chang Hong Chung, aluno de Lang Sey Wink, e este por sua vez, aluno de Wong Fei Hung.
• Chiu Wai e Chiu Chi Ling, alunos de Chi Kao, e este por sua vez, aluno de Lang Sey Wink.

Budô
Arquivo Nippo - Edição 88
Boxe - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 87
Boxe - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 86
Kenpo Havaiano
Arquivo Nippo - Edição 85
Capoeira
Arquivo Nippo - Edição 84
Muay Thai: boxe tailandês
Arquivo Nippo - Edição 83
Shao Lin do Norte
Arquivo Nippo - Edição 82
Garra de Águia: um dos mais temidos estilos do Kung Fu
Arquivo Nippo - Edição 81
Louva-a-Deus do Norte: Sistema Tradicional de Kung Fu Chinês
Arquivo Nippo - Edição 80
Seiwakai: Karatê de Combate
Arquivo Nippo - Edição 79
Hung Gar: O sistema marcial da Família Hung
Arquivo Nippo - Edição 78
Kung Fu: Artes marciais chinesas do Templo Shao Lin
Arquivo Nippo - Edição 77
Krav Maga: defesa pessoal israelense
Arquivo Nippo - Edição 76
Ninjutsu: arte marcial dos ninjas
Arquivo Nippo - Edição 75
Savate: boxe francês
Arquivo Nippo - Edição 74
Jojutsu: técnica japonesa de luta com bastão
Arquivo Nippo - Edição 73
Kombato: arte militar de defesa pessoal
Arquivo Nippo - Edição 72
Qwan Ki Do: arte marcial vietnamita
Arquivo Nippo - Edição 71
Naguinata: arte marcial japonesa criada na idade média
Arquivo Nippo - Edição 70
Hapkidô: arte marcial coreana especializada em defesa pessoal
Arquivo Nippo - Edição 69
Tai Chi Chuan - Arte Marcial da Longevidade
Arquivo Nippo - Edição 68
Karatê - Seido Juku
Arquivo Nippo - Edição 67
Karatê - Shorin-Ryu
Arquivo Nippo - Edição 66
Karatê - Kyokushin
Arquivo Nippo - Edição 65
Karatê - Goju Ryu
Arquivo Nippo - Edição 64
Karatê - Shotokan
Arquivo Nippo - Edição 63
Karatê - Shito Ryu
Arquivo Nippo - Edição 62
Karatê - Wadô-Kai
Arquivo Nippo - Edição 60
Jiu-Jitsu
O estilo da família Gracie
Arquivo Nippo - Edição 59
Sumô
Arquivo Nippo - Edição 58
Ving Tsun
Arquivo Nippo - Edição 57
Iaido
Arquivo Nippo - Edição 56
Taekwondo
Arquivo Nippo - Edição 55
Judô
Arquivo Nippo - Edição 54
Aikido
Arquivo Nippo - Edição 53
Kendô

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

157 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases