Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Domingo, 26 de março de 2017 - 6h04
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 075 - 19 a 25 de outubro de 2000
 
Savate: boxe francês
A SAVATE é uma arte marcial competitiva, que busca através das técnicas de chute e soco um domínio sobre corpo e a mente, desenvolvendo a força e o equilíbrio. A ênfase na correta aplicação dos golpes e das técnicas são típicas do treinamento dos praticantes da Savate em qualquer nível do aprendizado.

História
Também conhecida como Boxe Francês, a Savate é uma arte marcial originária da França por volta de 1790, que significa “sapato” ou “bota”, e era também o termo usado pelos parisienses vadios (lutadores de rua) que usavam, agressivamente, todas as partes do corpo como armas, sobretudo os pés, dirigidas aos pontos vitais do adversário. Não se pode atribuir a Savate a um só criador, entretanto, existiram algumas pessoas que foram os principais colaboradores na criação deste sistema. Entre eles, Michel Casseux é talvez o mais conhecido, o qual criou a “Teoria da Savate”, onde Casseux classificou a arte em 15 divisões de técnicas de pé ou bota e 15 divisões de bengala ou bastão.

Dando lições aos ricos e nobres, Casseux conseguiu popularizar a Savate, derrubando a idéia de que esse sistema só servia para os marginalizados. O interesse pela Savate começou a se espalhar pela Europa, atingindo também a sua popularidade nos Estados Unidos. A Savate sofreu algumas mudanças, após a derrota de Charles Lecour, o melhor aluno de Casseux, por um lutador de Boxe Inglês chamado Owen Swift, o qual decidiu aprender as técnicas inglesas de luta de punho por volta de 1845. O Boxe Inglês se fundamentava no ataque com braços e punhos, enquanto a Savate via as mãos somente como armas defensivas. Lecour percebeu que os franceses não estavam tirando vantagem do uso das mãos, e que os ingleses só viam as pernas como recursos de avanço e recuo, o qual começou a combinar o Boxe Inglês com a Savate, até chegar no Boxe Francês. Mais tarde, por volta de 1899, outro colaborador chamado Joseph Charlemont escreveu vários livros nos quais codificou e aperfeiçoou os métodos existentes no Boxe Francês. Charlemont dava muita importancia a precisão dos chutes e conseguia controlá-los a ponto de chutar uma janela e tocar o vidro sem quebrá-lo. Durante o curso deste século a Savate vem sendo amplamente praticada. Foi ensinada nas forças armadas francesas como parte do treinamento básico, e escolas foram abertas na Bélgica, Suiça, Itália e Alemanha. Em 1924, a Savate - Boxe Française foi esporte de demonstração dos jogos Olímpicos de Paris. Hoje, a Savate é praticada internacionalmente por homens e mulheres e o campeonato mundial acontece a cada dois anos em Paris.

Técnica
Na savate existem 4 categorias básicas de braços ou soco, sendo que estes golpes podem ser desferidos tanto na linha da cabeça quanto na linha de cintura do adversário, indo de socos típicos do boxe inglês até chutes semelhantes aos das artes marciais orientais.

Estes golpes também são subdivididos em outras duas categorias:
- Groupé (Perna flexionada) - Tendue (Perna extendida)
- COUP DE PIED BAS (Rasteiro)
Porém, estes golpes podem ser desferidos em 3 linhas distintas de ação, ou seja, podem atingir o adversário em três diferentes ângulos ou alturas, com golpes em linhas baixa, média e alta, o que oferece uma grande variedade de golpes diferentes.
Os chutes desferidos nas linhas média e alta são produzidos com a perna de sustentação reta e os chutes na linha baixa são usados com a perna de sustenção flexionada. O quadril é colocado “de lado” em relação ao oponente em todos os chutes exceto os chutes frontais, nos quais permanece de frente para o oponente.

Treinamento & Graduação
Nesta modalidade de arte marcial, o treinamento é realizado de acordo com o nível de aprendizado do aluno, o qual é avaliado através de exames periódicos para obter a graduação, conforme tabela abaixo:
* GANT BLEU ( Luva Azul )
* VERT ( Luva Verde )
* ROUGE ( Luva Vermelha )
* BLANC ( Luva Branca )
* JAUNE ( Luva Amarela )
* ARGENT ( Luva Prata ) - 1º, 2º e 3º GRAU
* NÍVEL SUPERIOR ( Técnica )
* NÍVEL SUPERIOR ( Competição )
* ASSALTO LIVRE

 
Golpes de Pernas Demonstrados pelo Instrutor Ricardo Freire, grau Argent
Budô
Arquivo Nippo - Edição 88
Boxe - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 87
Boxe - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 86
Kenpo Havaiano
Arquivo Nippo - Edição 85
Capoeira
Arquivo Nippo - Edição 84
Muay Thai: boxe tailandês
Arquivo Nippo - Edição 83
Shao Lin do Norte
Arquivo Nippo - Edição 82
Garra de Águia: um dos mais temidos estilos do Kung Fu
Arquivo Nippo - Edição 81
Louva-a-Deus do Norte: Sistema Tradicional de Kung Fu Chinês
Arquivo Nippo - Edição 80
Seiwakai: Karatê de Combate
Arquivo Nippo - Edição 79
Hung Gar: O sistema marcial da Família Hung
Arquivo Nippo - Edição 78
Kung Fu: Artes marciais chinesas do Templo Shao Lin
Arquivo Nippo - Edição 77
Krav Maga: defesa pessoal israelense
Arquivo Nippo - Edição 76
Ninjutsu: arte marcial dos ninjas
Arquivo Nippo - Edição 75
Savate: boxe francês
Arquivo Nippo - Edição 74
Jojutsu: técnica japonesa de luta com bastão
Arquivo Nippo - Edição 73
Kombato: arte militar de defesa pessoal
Arquivo Nippo - Edição 72
Qwan Ki Do: arte marcial vietnamita
Arquivo Nippo - Edição 71
Naguinata: arte marcial japonesa criada na idade média
Arquivo Nippo - Edição 70
Hapkidô: arte marcial coreana especializada em defesa pessoal
Arquivo Nippo - Edição 69
Tai Chi Chuan - Arte Marcial da Longevidade
Arquivo Nippo - Edição 68
Karatê - Seido Juku
Arquivo Nippo - Edição 67
Karatê - Shorin-Ryu
Arquivo Nippo - Edição 66
Karatê - Kyokushin
Arquivo Nippo - Edição 65
Karatê - Goju Ryu
Arquivo Nippo - Edição 64
Karatê - Shotokan
Arquivo Nippo - Edição 63
Karatê - Shito Ryu
Arquivo Nippo - Edição 62
Karatê - Wadô-Kai
Arquivo Nippo - Edição 60
Jiu-Jitsu
O estilo da família Gracie
Arquivo Nippo - Edição 59
Sumô
Arquivo Nippo - Edição 58
Ving Tsun
Arquivo Nippo - Edição 57
Iaido
Arquivo Nippo - Edição 56
Taekwondo
Arquivo Nippo - Edição 55
Judô
Arquivo Nippo - Edição 54
Aikido

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

97 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases