Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Segunda-feira, 27 de março de 2017 - 19h28
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 072 - 28 de setembro a 4 de outubro de 2000
 
Qwan Ki Do: arte marcial vietnamita

No passado esta técnica era utilizada para atacar adversários que estivessem montados a cavalo, e quase sempre eram mortais, pois visam a articulação do pescoço com um movimento de tesoura voadora com as pernas.
 

História
O Qwan Ki Do traz raízes das mais antigas técnicas das artes marciais. Representa, em sua terminologia recente, a realização de 25 anos de estudos e pesquisas efetuadas por um dos maiores expoentes das artes marciais sino-vietnamitas: mestre Pham Xuan Tong. Nascido em 17 de julho de 1947, em Ninh Binh, perto de Nam Dinh (Tonkin), Pham Xuan Tong elaborou uma síntese dos mais célebres estilos de artes marciais chinesas e vietnamitas. No Vietnã, foi discípulo de mestre Chau Quan Ky que o designou, por testamento, sucessor e depositário de sua Escola. Foi ainda beneficiado pelo ensino da arte marcial vietnamita de seu tio-avô Phan Tru e dos mestres Long Ho Hoi, Phan Thanh Su e Le Van Kien.

Em 1968, mestre Pham Xuan Tong partiu para a França para terminar seus estudos. Passa então a empreender o trabalho de sintetizar as duas grandes correntes que aprendera, para tanto servindo-se de elementos da herança do Extremo Oriente e integrando certas descobertas recentes do campo da Educação Física e da Pedagogia do Ensino: surge o Qwan Ki Do.

Princípios
O Qwan Ki Do designa o caminho da energia vital. Trata-se de uma disciplina objetiva e rica em técnicas e combinações de golpes. O duro e potente se estremeia ao flexivel e suave, na utilização das diversas partes do corpo para ataque e defesa. São usadas torções e projeções, chaves,estrangulamentos e imobilizações, combate corpo a corpo e com armas tradicionais vietnamitas. É feito um trabalho de potência e endurecimento, velocidade e flexibilidade, concentração e outros aspectos importantes das artes de combate.


A pratica com armas é parte
inseparável do Qwan Ki Do

A presença marcante das mulheres no aprendizado e ensino do Qwan Ki Do é oriunda da ênfase na técnica correta e no cultivo da energia vital que dispensam força física excessiva

Armas
O Qwan Ki Do, cuja orientação baseia-se não somente na arte marcial, mas também na arte guerreira vietnamita, inclui o estudo das armas tradicionais como parte integrante da formação do praticante. Além disso, no plano de vida cotidiana, o conhecimento de uma ou várias armas permite enfrentar agressões utilizando-se de objetos banais de uso diário como material defensivo (bastão, guarda chuva, caneta, revista, etc). Essas armas tradicionais se dividem em várias categorias:
• Armas Cortantes ( sabre, foice, faca ...)
• Armas Longas ( bastão longo, alabarda, tridente, etc)
• Armas Articulares ( Long gian, Tam thiet gian, etc)
• Armas de Arremesso ( pequenas flechas, faca voadora, etc)
• Armas Rudimentares ( pá, ancinho, etc).

Competições
De acordo com os desejos do mestre fundador e para evitar qualquer espírito de “campeão” incompatível com a filosofia da arte marcial, e manter um alto nível técnico, diversas regras condicionam a participação em uma competição.

Os encontros se desenvolvem por equipes de 3 ( exceto os encontros de armas tradicionais e femininas).

Na categoria “Ataque Livre” cada combate deve ser precedido de uma prova técnica (encadeamento do Thao Quyen) apresentado pela equipe ou pelo capitão.

Uma luva, usada em uma só mão, autoriza o contato com a cabeça, e o contato total só é permito em treinos supervisionados.

Organização Internacional
A World Union of Qwan Ki Do, nasceu na Itália, em 1981, e constitui-se no orgão supremo dessa arte marcial. Divulga a filosofia sino-vietnamita e organiza o Qwan Ki Do em cerca de 20 países. A organização internacional do Qwan Ki Do alia-se a um centro de pesquisas, representado na Itália pelo Centro Ambrosiano da Medicina Esportiva, com tarefas de representação médico desportivo e traumatológico.

Início no Brasil
O Qwan Ki Do foi introduzido no Brasil no ano de 1983, pelo Mestre Serge Baubil, que de 1983 à 1988 expandiu o Qwan Ki Do em vários estados brasileiros entre eles Amazonas, Amapá e Rio Grande do Sul, vindo a estabelecer-se em São Paulo, onde permaneceu por aproximadamente 4 anos. Em 1989 mestre Serge deixa o Brasil com destino ao Canadá e desde então o Qwan Ki Do vem sendo desenvolvido através da União Qwan Ki Do Brasil.

Desde 1989 o Qwan Ki Do está sendo praticado à nível de academias, clubes, associações desportivas e principalmente em diversas escolas particulares. A União Qwan Ki Do Brasil tem por finalidade, dirigir, desenvolver, orientar e difundir o Qwan Ki Do no Brasil, organizando e fiscalizando campeonatos e torneios de acordo com as regras reconhecidas pelas entidades de hierarquia superior e estimulando por outro lado, a realização de eventos, competições e torneios interestaduais.

Budô
Arquivo Nippo - Edição 88
Boxe - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 87
Boxe - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 86
Kenpo Havaiano
Arquivo Nippo - Edição 85
Capoeira
Arquivo Nippo - Edição 84
Muay Thai: boxe tailandês
Arquivo Nippo - Edição 83
Shao Lin do Norte
Arquivo Nippo - Edição 82
Garra de Águia: um dos mais temidos estilos do Kung Fu
Arquivo Nippo - Edição 81
Louva-a-Deus do Norte: Sistema Tradicional de Kung Fu Chinês
Arquivo Nippo - Edição 80
Seiwakai: Karatê de Combate
Arquivo Nippo - Edição 79
Hung Gar: O sistema marcial da Família Hung
Arquivo Nippo - Edição 78
Kung Fu: Artes marciais chinesas do Templo Shao Lin
Arquivo Nippo - Edição 77
Krav Maga: defesa pessoal israelense
Arquivo Nippo - Edição 76
Ninjutsu: arte marcial dos ninjas
Arquivo Nippo - Edição 75
Savate: boxe francês
Arquivo Nippo - Edição 74
Jojutsu: técnica japonesa de luta com bastão
Arquivo Nippo - Edição 73
Kombato: arte militar de defesa pessoal
Arquivo Nippo - Edição 72
Qwan Ki Do: arte marcial vietnamita
Arquivo Nippo - Edição 71
Naguinata: arte marcial japonesa criada na idade média
Arquivo Nippo - Edição 70
Hapkidô: arte marcial coreana especializada em defesa pessoal
Arquivo Nippo - Edição 69
Tai Chi Chuan - Arte Marcial da Longevidade
Arquivo Nippo - Edição 68
Karatê - Seido Juku
Arquivo Nippo - Edição 67
Karatê - Shorin-Ryu
Arquivo Nippo - Edição 66
Karatê - Kyokushin
Arquivo Nippo - Edição 65
Karatê - Goju Ryu
Arquivo Nippo - Edição 64
Karatê - Shotokan
Arquivo Nippo - Edição 63
Karatê - Shito Ryu
Arquivo Nippo - Edição 62
Karatê - Wadô-Kai
Arquivo Nippo - Edição 60
Jiu-Jitsu
O estilo da família Gracie
Arquivo Nippo - Edição 59
Sumô
Arquivo Nippo - Edição 58
Ving Tsun
Arquivo Nippo - Edição 57
Iaido
Arquivo Nippo - Edição 56
Taekwondo
Arquivo Nippo - Edição 55
Judô
Arquivo Nippo - Edição 54
Aikido

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

160 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases