Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Sábado, 23 de setembro de 2017 - 2h39
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 077 - 2 a 8 de novembro de 2000
 
Krav Magá: defesa pessoal israelense
Krav Magá não é arte marcial. Krav Magá é a única luta reconhecida
mundialmente como arte de defesa pessoal e não como arte marcial.
Não há competições esportivas, regras ou coreografias.
 

Imi Lichtenfeld, 1910-1998

Imi em seu período militar nas forças armadas de Israel

Imi Lichtenfeld, criador do Krav Magá
Nasceu em 1910 em Budapeste. Cresceu e se criou em Bratislava, capital da Eslováquia.

Seu pai foi chefe do serviço secreto local além de ser instrutor de defesa pessoal de técnicas de imobilização da polícia secreta. Com o incentivo do pai, Imi começou a praticar várias modalidades de esportes e já em 1928 ganhou vários campeonatos europeus de luta livre greco-romana e no mesmo ano se tornou campeão de boxe. Na década seguinte, Imi se concentrava na luta-livre greco-romana como atleta e instrutor. Ganhou várias medalhas em competições nacionais e internacionais.

A partir de meados dos anos trinta a vida em Bratislava já não era a mesma. Pouco a pouco, grupos fascistas e anti-semitas ganhavam espaço e transformavam a vida do país. Imi então, rapidamente se tornou líder de um grupo de resistência que lutava contra os grupos fascistas. Em 1940, Imi deixou sua terra natal e ingressou na última embarcação que conseguiu fugir das garras dos nazistas, que não passava de uma simples balsa, chamada “Pentcho”, adaptada para transportar centenas de pessoas que deixavam a Europa rumo a Israel. As histórias desta balsa e seus passageiros são descritas no livro A Odisséia de John Birman. A odisséia de Imi durou dois anos. Estas “aventuras” lhe causaram uma forte inflamação no ouvido que quase o levou à morte. Após uma explosão no tanque de pressão da embarcação a sua ajuda foi requisitada e depois de quatro dias e noites de grande esforço Imi foi levado para a Alexandria em grave estado de saúde, onde se submeteu a várias cirurgias.

Recuperado, juntou-se ao exército Checo que lutava ao lado do exército britânico e foi assim que Imi lutou no Oriente Médio, em combates na Líbia, Síria, Líbano e Egito. Até que em 1942, deu baixa no exército e recebeu licença para entrar em Israel, onde começaria uma nova fase de sua vida.

A chegada ao Estado de Israel representou para Imi mais um passo em sua trajetória. No grupo de defesa Haganah, a maior organização israelense da época, integravam alguns de seus velhos companheiros e alunos do Império Austro-Húngaro, que prontamente apresentaram Imi ao chefe da Haganah que por sua vez nomeou-o de imediato como responsável pela preparação física, defesa pessoal e combate corpo a corpo de sua organização. Em particular, Imi treinou pessoalmente os grupos de elite da Haganah e a Palmah e entre eles os “A.P.L.I.M.”. Este último foi a base para a formação dos grupos de elite das forças armadas israelenses anos depois. Com a criação do Estado de Israel, Imi se alistou no “Tzahal”, tornando-se o instrutor chefe de preparo físico de Krav Magá.

Nos 20 anos seguintes, Imi aperfeiçoou sua técnica especial de defesa pessoal e combate corpo a corpo. Saindo da ativa como instrutor do Tzahal, adaptou a técnica do Krav Magá para o mundo civil, tornando-o eficiente e acessível para todo e qualquer ser humano, o forte, o fraco, homem ou mulher, criança ou velho. Para isto, abriu dois centros de treinamento, um na cidade de Tel Aviv e outro em Natanya. Neste processo de “abertura”, selecionou um pequeno grupo entre os melhores alunos que iriam se tornar os responsáveis pelo Krav Magá no futuro. Em 1978, fundou a Associação de Krav Magá em Israel. Imi Lichtenfeld foi até seus últimos dias, assessor e conselheiro das forças armadas de Israel, além de treinar os faixas pretas mais graduados de Krav Magá e estar presente nos encontros e seminários de praticantes de todo o mundo que acontecem em Israel, supervisionando e transmitindo pessoalmente suas experiências, descobertas e o significado prático de sua criação, o Krav Magá.

Para a tristeza de toda a família Krav Magá, Imi Lichtenfeld faleceu em Janeiro de 1998.

Preparação Espiritual
O Krav Magá é uma arte nova, livre das regras e filosofias encontradas nas artes marciais; mas preservou algumas regras de aspecto educacional que conduzirão o treinamento do aluno.

As regras do dojô (academia) são, em sua maioria, estabelecidas pelo mestre. Portanto, o nível físico e espiritual do aluno (no âmbito do Krav Magá) é de responsabilidade do professor. Os princípios trabalhados no dojô são quatro: coragem, equilíbrio emocional, paciência e respeito. O aluno aprende estes princípios através da rotina do treinamento físico e suas dificuldades, consciente do percurso necessário para adquiri-los. Adultos, crianças ou adolescentes assimilam estes princípios com a mesma intensidade, que passam a ser parte de sua própria natureza; a vontade de lutar por seus objetivos e a persistência mesmo ao encontrar dificuldades, o equilíbrio diante das simulações, a independência. Tudo isso o coloca em posição de total autocontrole e afastado da violência. É necessário dizer que, alimentando o intelecto, os hábitos de cada um se afastam de situações de violência.

O treinamento inclui, na maioria das vezes, barreiras físicas e psicológicas que cobram do aluno a preparação espiritual para prosseguir e vencer as dificuldades e obstáculos encontrados durante os treinos.

Fundamentos Técnicos
O Krav Magá é baseado na força da mente e do intelecto, sem importância para a força física, e tem como meio a transferência de peso e a força explosiva. O movimento do golpe funciona como uma mola contida que é liberada: a velocidade não vai aumentando durante o percurso, ele já sai com velocidade máxima.

Vários tipos de exercícios tornam o aluno capaz de controlar qualquer músculo ou qualquer outra parte do corpo. Se pensarmos no movimento como uma seqüência de fotos passando rapidamente de uma para outra, no Krav Magá desenvolvemos a percepção do movimento em sua primeira foto. O movimento instintivo é exaustivamente trabalhado e essencial em situações de perigo pois, além de ser muito rápido, independe do estado emocional: o cérebro ordena o movimento por reflexo.

Todos os movimentos do Krav Magá são montados sob o movimento natural do corpo e são muito simples, o que facilita a ativação de uma reação em situação de perigo e surpresa. Os movimentos são curtos e, por conseqüência, rápidos. Não há regras. Sua técnica é aplicada em situações de perigo real. Os golpes visam atingir pontos sensíveis do corpo e torna a defesa mais objetiva. Em suma, é uma defesa pessoal simples, rápida e direta, acessível a qualquer pessoa.

Graduação
O Krav Magá segue um sistema de graduação por cores de faixas, similar ao das artes marciais orientais.
1) BRANCA - 6 MESES
2) AMARELA -12 MESES
3) LARANJA - 18 MESES
4) VERDE - 18 MESES
5) AZUL - 24 MESES
6) MARROM 24 MESES
FAIXA PRETA 1º DAN
FAIXA PRETA 2º DAN
FAIXA PRETA 3º DAN
FAIXA PRETA 4º DAN
FAIXA PRETA 5º DAN
FAIXA BRANCA E VERMELHA 6º DAN
FAIXA BRANCA E VERMELHA 7º DAN
FAIXA BRANCA E VERMELHA 8º DAN
FAIXA BRANCA E VERMELHA 9º DAN
FAIXA VERMELHA 10º DAN

Budô
Arquivo Nippo - Edição 88
Boxe - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 87
Boxe - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 86
Kenpo Havaiano
Arquivo Nippo - Edição 85
Capoeira
Arquivo Nippo - Edição 84
Muay Thai: boxe tailandês
Arquivo Nippo - Edição 83
Shao Lin do Norte
Arquivo Nippo - Edição 82
Garra de Águia: um dos mais temidos estilos do Kung Fu
Arquivo Nippo - Edição 81
Louva-a-Deus do Norte: Sistema Tradicional de Kung Fu Chinês
Arquivo Nippo - Edição 80
Seiwakai: Karatê de Combate
Arquivo Nippo - Edição 79
Hung Gar: O sistema marcial da Família Hung
Arquivo Nippo - Edição 78
Kung Fu: Artes marciais chinesas do Templo Shao Lin
Arquivo Nippo - Edição 77
Krav Maga: defesa pessoal israelense
Arquivo Nippo - Edição 76
Ninjutsu: arte marcial dos ninjas
Arquivo Nippo - Edição 75
Savate: boxe francês
Arquivo Nippo - Edição 74
Jojutsu: técnica japonesa de luta com bastão
Arquivo Nippo - Edição 73
Kombato: arte militar de defesa pessoal
Arquivo Nippo - Edição 72
Qwan Ki Do: arte marcial vietnamita
Arquivo Nippo - Edição 71
Naguinata: arte marcial japonesa criada na idade média
Arquivo Nippo - Edição 70
Hapkidô: arte marcial coreana especializada em defesa pessoal
Arquivo Nippo - Edição 69
Tai Chi Chuan - Arte Marcial da Longevidade
Arquivo Nippo - Edição 68
Karatê - Seido Juku
Arquivo Nippo - Edição 67
Karatê - Shorin-Ryu
Arquivo Nippo - Edição 66
Karatê - Kyokushin
Arquivo Nippo - Edição 65
Karatê - Goju Ryu
Arquivo Nippo - Edição 64
Karatê - Shotokan
Arquivo Nippo - Edição 63
Karatê - Shito Ryu
Arquivo Nippo - Edição 62
Karatê - Wadô-Kai
Arquivo Nippo - Edição 60
Jiu-Jitsu
O estilo da família Gracie
Arquivo Nippo - Edição 59
Sumô
Arquivo Nippo - Edição 58
Ving Tsun
Arquivo Nippo - Edição 57
Iaido
Arquivo Nippo - Edição 56
Taekwondo
Arquivo Nippo - Edição 55
Judô
Arquivo Nippo - Edição 54
Aikido
Arquivo Nippo - Edição 53
Kendô

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

95 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases