Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Sexta-feira, 24 de novembro de 2017 - 0h11
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Comidas do Japão
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 053 - 18 a 24 de maio de 2000
 
Kendô

A história do Kendô confunde-se com a própria história do Japão. Essa arte marcial vem desde a época dos samurais, no século VIII, idealizando-se como fins de treinamento. Nos treinamentos, os samurais utilizavam uma espada de madeira, chamada de Bokutô, mas como na prática causavam-se muitos ferimentos, optou-se por usar uma de bambu. Apenas no século XVI começaram a surgir estilos e escolas do esporte.

Com a derrota do Japão na Segunda Guerra Mundial e ocupação americana, a prática do kendô foi proibida. Após a desocupação, voltou-se a praticar essa arte marcial. Atualmente, o kendô é treinado em mais de 40 países. No Japão, existem cerca de 3 milhões de praticantes. O segundo país a deter o maior número de kendoístas é a Coréia do Sul, com aproximadamente 500 mil atletas. No Brasil, a quantidade é bem menor, perfazendo um total de 1,5 mil. Apesar de poucos praticantes , o País tem se destacando em competições internacionais.

Princípios

A filosofia do kendô baseia-se na busca constante do aperfeiçoamento pessoal no sentido da honra, disciplina e respeito ao próximo. A perfeição atinge-se pela unidade de seus dois elementos intrínsecos: a segurança técnica e o entendimento espiritual. Não é meta para se atingir em poucos anos, mas uma tarefa a ser cumprida durante toda a existência. Assim, o kendô constitui mais do que um esporte, mas um caminho a ser percorrido na jornada da vida humana. A humildade é um dos pontos mais trabalhados dentro do kendô.

Graduação

Os praticantes de kendô começam os treinamentos e depois de um determinado tempo, dependendo de sua performance, fazem exame para o 1º Kyu. Essa é uma fase preparatória para prestar o exame para o 1º dan. Para se fazer o exame de 1º para 2º dan, é necessário tempo mínimo de um ano de treinamento. Do 2º para o 3º são exigidos dois anos, do 3º para o 4º, três anos, do 4º para o 5º, 4 anos, do 5º para o 6º, 5 anos e do 6º para o 7º, são precisos 6 anos. No Japão, existem professores de 8º e 9º dans, mas o exame de 7º e 8º, por exemplo, é tão difícil que de 700 pessoas que prestaram esse teste, apenas duas ou três pessoas conseguem passar.

Golpes

No kendô, os golpes considerados perfeitos (ippon) são os seguintes:

Kote - na antebraço
Men - na cabeça
Do - no Torax
Tsuki - no pescoço

Em competições oficiais, a disputa ocorre em uma melhor de três pontos. O combate, no masculino, dura cinco minutos. Não havendo definição, há uma prorrogação sem tempo estipulado. Quem aplicar o primeiro ippon vence. No feminino, a duração da luta é de três minutos.

Budô
Arquivo Nippo - Edição 88
Boxe - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 87
Boxe - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 86
Kenpo Havaiano
Arquivo Nippo - Edição 85
Capoeira
Arquivo Nippo - Edição 84
Muay Thai: boxe tailandês
Arquivo Nippo - Edição 83
Shao Lin do Norte
Arquivo Nippo - Edição 82
Garra de Águia: um dos mais temidos estilos do Kung Fu
Arquivo Nippo - Edição 81
Louva-a-Deus do Norte: Sistema Tradicional de Kung Fu Chinês
Arquivo Nippo - Edição 80
Seiwakai: Karatê de Combate
Arquivo Nippo - Edição 79
Hung Gar: O sistema marcial da Família Hung
Arquivo Nippo - Edição 78
Kung Fu: Artes marciais chinesas do Templo Shao Lin
Arquivo Nippo - Edição 77
Krav Maga: defesa pessoal israelense
Arquivo Nippo - Edição 76
Ninjutsu: arte marcial dos ninjas
Arquivo Nippo - Edição 75
Savate: boxe francês
Arquivo Nippo - Edição 74
Jojutsu: técnica japonesa de luta com bastão
Arquivo Nippo - Edição 73
Kombato: arte militar de defesa pessoal
Arquivo Nippo - Edição 72
Qwan Ki Do: arte marcial vietnamita
Arquivo Nippo - Edição 71
Naguinata: arte marcial japonesa criada na idade média
Arquivo Nippo - Edição 70
Hapkidô: arte marcial coreana especializada em defesa pessoal
Arquivo Nippo - Edição 69
Tai Chi Chuan - Arte Marcial da Longevidade
Arquivo Nippo - Edição 68
Karatê - Seido Juku
Arquivo Nippo - Edição 67
Karatê - Shorin-Ryu
Arquivo Nippo - Edição 66
Karatê - Kyokushin
Arquivo Nippo - Edição 65
Karatê - Goju Ryu
Arquivo Nippo - Edição 64
Karatê - Shotokan
Arquivo Nippo - Edição 63
Karatê - Shito Ryu
Arquivo Nippo - Edição 62
Karatê - Wadô-Kai
Arquivo Nippo - Edição 60
Jiu-Jitsu
O estilo da família Gracie
Arquivo Nippo - Edição 59
Sumô
Arquivo Nippo - Edição 58
Ving Tsun
Arquivo Nippo - Edição 57
Iaido
Arquivo Nippo - Edição 56
Taekwondo
Arquivo Nippo - Edição 55
Judô
Arquivo Nippo - Edição 54
Aikido
Arquivo Nippo - Edição 53
Kendô

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

156 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases