Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Quinta-feira, 19 de maio de 2022 - 12h15
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
 
Cunha e Bananal: história e ecologia no interior de SP

Para quem procura opções de lazer e descanso com qualidade no próprio Estado de São Paulo, é possível encontrar belas cidades com potencial turístico em expansão e berços históricos de grande importância. As localidades de Cunha e Bananal são dois exemplos que se enquadram nesse perfil. Acompanhe as principais características dessas cidades paulistas abordadas nesta semana pelo NB.


TRADIÇÃO - Em Bananal, o típico aspecto interiorano dá mais vida à cidade e a seus habitantes

 


ATRATIVO - Paisagem favorece o ecoturismo na cidade


ESPETÁCULO NATURAL - O amanhecer em Cunha


BELEZA - Cunha é ótima indicação para turistas amantes da natureza

(Arquivo Jornal NippoBrasil)

Cunha

Localizada entre três serras (Serra do Mar, Bocaina e Quebra-Cangalha), Cunha é uma rica concentração de beleza natural. Com grande parte de suas terras tomadas pela Mata Atlântica, a cidade tem investido em ecoturismo, com o objetivo de divulgar suas cachoeiras e paisagens naturais por meio de trilhas especialmente criadas para este fim. A 218 km de São Paulo, essa cidade tem seu nome supostamente ligado à histórica família Cunha Menezes, que teve importante papel nos tempos do Império brasileiro.

Dentre as principais atividades econômicas de Cunha, destacam-se o trabalho com a agricultura de milho, feijão, batata-inglesa e cana-de-açúcar; a agropecuária, com a produção de leite e ovos; a fruticultura de clima temperado; a criação de trutas no ramo da piscicultura e o artesanato, com trabalhos moldados com barro.

Vários são os atrativos turísticos da cidade. Da Pedra da Macela, o turista pode ter uma visão panorâmica da Bacia de Ilha Grande, formada pelas cidades de Cunha, Angra dos Reis e Paraty. Na Igreja Nossa Senhora do Rosário, há toda a riqueza de uma construção tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural. No Parque Estadual da Serra do Mar, aberto diariamente para visitação, são desenvolvidos programas de educação ambiental e preservados importantes tesouros da Mata Atlântica. A Casa do Artesão é uma atração à parte: lá, são produzidas cerâmicas com método trazido pelos imigrantes japoneses. Mieko Ukeseki está entre os artistas mais famosos da cidade.


Bananal

A cidade de Bananal participou ativamente da história brasileira integrando a rota de escoamento de metais das Minas Gerais pelo porto de Paraty, no Rio de Janeiro, e ganhando seu esplendor durante o ciclo do café, quando se tornou uma das cidades mais ricas do País. Entretanto, passada a época do café, o que restou foram as heranças históricas, que compõem um patrimônio cultural de grande riqueza, encabeçado pelas belas construções dos barões do café.


ENTRETENIMENTO - Turismo e ecologia se misturam na viagem a Bananal


CRESCIMENTO - Meta de Bananal


HERANÇA - Cidade fez história no Império

Atualmente, Bananal vem se esforçando para divulgar sua beleza e seu potencial turístico, revitalizando essa atividade visando ao crescimento da economia local. Para tanto, um trabalho minucioso está sendo desenvolvido com o apoio do Sebrae. O projeto já rendeu a criação da Diretoria de Turismo, além de oficinas de planejamento estratégico, que estão viabilizando o desenvolvimento da infra-estrutura turística da cidade.

Para o turista que viaja para Bananal, o turismo histórico é parte dos atrativos da cidade. Alguns exemplos: na Pharmácia Popular, foi criado o primeiro acervo cultural farmacêutico do Brasil; o Sobrado da Dona Laurinha é também um museu com acervo mobiliário histórico e venda de artesanatos típicos; e no Teatro Santa Cecília, elegantes reuniões foram realizadas na época do Império. Em seu teto, uma alegoria do Inferno de Dante dá a idéia de sua sofisticação arquitetônica.

Os amantes da natureza também podem explorar as belezas geográficas de Bananal, com mais de 40 cachoeiras e grutas da Serra da Bocaina e matas que retratam de forma exuberante a vida silvestre. Na Estação Ecológica de Bananal, são abrigados exemplares remanescentes da Mata Atlântica, que já cobriu boa parte do litoral brasileiro. Pelo valor ecológico desses exemplares, a área foi declarada Patrimônio da Humanidade.


Arquivo NippoBrasil - Edição 281 - 27 de outubro a 2 de novembro de 2004
 Arquivo - Turismo Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 299
• Foz do Iguaçu: Turimo Ecológico
Arquivo NippoBrasil - Edição 297
• Espirito Santo: Tradições culturais e gastronomia típica no Sudeste do Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 294
• Bucolismo e riqueza cultural em Santana de Parnaíba
Arquivo NippoBrasil - Edição 293
• Guaratuba e Ilha do Mel: natureza e história no Sul do Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 291
• As melhores praias do Brasil - Parte 2
Arquivo NippoBrasil - Edição 290
• As melhores praias do Brasil - Parte 1
Arquivo NippoBrasil - Edição 288
• Brasília: muito além da política
Arquivo NippoBrasil - Edição 287
• Fernando de Noronha: o paraíso é aqui!
Arquivo NippoBrasil - Edição 286
• Fortaleza: 300 anos de história
Arquivo NippoBrasil - Edição 283
• Cabo Frio, cidade das cores
Arquivo NippoBrasil - Edição 282
• Turismo para relaxar no feriado
Arquivo NippoBrasil - Edição 281
• Cunha e Bananal: história e ecologia no interior de São Paulo
Arquivo NippoBrasil - Edição 278
• É tempo de festa em Santa Catarina!
Arquivo NippoBrasil - Edição 277
• Curitiba: turismo com qualidade de vida
Arquivo NippoBrasil - Edição 275
• Serras Gaúchas: turismo europeu - Parte 2
Arquivo NippoBrasil - Edição 274
• Serras Gaúchas: turismo europeu - Parte 1
Arquivo NippoBrasil - Edição 273
• Uma viagem histórica por Minas Gerais - Parte 2
Arquivo NippoBrasil - Edição 272
• Uma viagem histórica por Minas Gerais - Parte 1
Arquivo NippoBrasil - Edição 271
• Paraty
Arquivo NippoBrasil - Edição 269
• Petrópolis, cidade imperial
Arquivo NippoBrasil - Edição 268
• Caxambu: raízes indígenas e africanas
Arquivo NippoBrasil - Edição 266
• Campo Grande, Cidade Morena
Arquivo NippoBrasil - Edição 265
• Paranapiacaba: atrações a céu aberto
Arquivo NippoBrasil - Edição 264
• Campos do Jordão: Um pedaço da Europa no Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 263
• Araxá: “onde primeiro se avista o sol”
Arquivo NippoBrasil - Edição 262
• Águas de São Pedro: beleza natural bem próxima a São Paulo
Arquivo NippoBrasil - Edição 260
• Poços de Caldas, MG - Tudo começou com a água...
Arquivo NippoBrasil - Edição 259
• Búzios é atração no litoral norte do RJ
Arquivo NippoBrasil - Edição 257
• Atibaia para todos os gostos
Arquivo NippoBrasil - Edição 256
• Monte Verde é opção de viagem completa
Arquivo NippoBrasil - Edição 255
• História e natureza em Angra dos Reis


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2022 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados