Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Segunda-feira, 29 de novembro de 2021 - 19h58
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
 
Curitiba: turismo com qualidade de vida

Mais do simplesmente a capital paranaense, cidade reserva muitas surpresas para os turistas


Vista frontal do Jardim Botânico e abaixo uma tomada noturna da cidade


Requinte na paisagem do Jardim Botânico

 

(Arquivo NB)

Curitiba é uma das capitais mais modernas do País. Localizada no Paraná, Estado que possui o quinto melhor índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil, a fama de Curitiba, administrada pelo nikkei Cassio Taniguchi, corre internacionalmente pela qualidade de vida que a metrópole oferece a seus habitantes.

Em Curitiba, a cultura é fruto de uma mistura de imigrantes alemães, poloneses, italianos e ucranianos, o que resultou numa cultura rica e eclética, que se reflete nos costumes locais, na gastronomia e na arquitetura. No ano de 2003, Curitiba foi eleita a Capital Americana da Cultura ao lado da Cidade do Panamá, numa iniciativa da Organização Capital Americana de Cultura, voltada para os países membros da Organização dos Estados Americanos, a OEA.

As características geográficas e econômicas contribuem muito para estimular o potencial turístico na região. Privilegiada em termos de transporte, a capital paranaense é cortada por várias rodovias federais e é banhada pelos afluentes do Rio Iguaçu. A taxa de analfabetismo chega próximo do zero, representando cerca de 1% da população curitibana.

Para explorar seu potencial turístico, Curitiba tem investido de forma criativa. A Linha de Turismo é um exemplo desse trabalho. Passando por 25 pontos turísticos da cidade, os ônibus especiais realizam trajetos de 40 quilômetros em duas horas de passeio. Partindo da Praça Tiradentes, o turista paga R$ 15 e recebe cinco tíquetes que dão direito a embarque e quatro reembarques. Dessa forma, é possível escolher alguns pontos turísticos que se quer conhecer com mais detalhes e, depois, subir novamente no ônibus e cumprir o resto do trajeto. A praticidade e o profissionalismo não param por aí. Os ônibus são equipados com sistema de som que fornecem informações sobre os locais visitados em português, inglês e espanhol.


Parque do Alemão, um dos pontos mais visitados da cidade


Parque Tangua faz parte da Linha de Turismo


Alguns dos pontos visitados na Linha de Turismo

1. Praça Tiradentes
Marco zero da cidade, é dominada pela Catedral Basílica de Nossa Senhora da Luz, restaurada em seu centenário, em 1993.

2. Rua das Flores
A principal rua da cidade foi transformada no primeiro calçadão do país em 1972. É importante eixo comercial da capital.

3. Rua 24 Horas
Ponto de encontro que nunca fecha. Atrai curitibanos e turistas que buscam lazer, compras e opções gastronômicas.

4. Centro de Convenções
Espaço de eventos, exposições e difusão da cultura. Ali está o Teatro Vitória, com 1500 lugares.

5. Museu Ferroviário
Construído na antiga estação, conta a história ferroviária do Estado. O prédio anexo abriga o Museu da Farmácia, o Teatro de Bonecos e o estação Embratel Convention Center, um moderno centro de eventos.

6. Jardim Botânico
À imagem dos jardins franceses, tem estufa em metal e vidro, museu botânico, mata nativa, trilhas e espaços culturais.

7. Teatro Guaíra/Universidade Federal
Na Praça Santos Andrade, localiza-se o Teatro Guaíra, um dos maiores da América Latina. Do outro lado da praça, encontra-se a Universidade Federal do Paraná, a primeira do Brasil.

8. Passeio Público/Memorial Árabe
O Passeio é o primeiro parque público e o primeiro zoológico de Curitiba, inaugurado em 1886. O Memorial Árabe é edificação moderna inspirada na arquitetura dos povos do deserto. É também biblioteca pública.

9. Museu Oscar Niemeyer
Maior e mais moderno museu do Brasil. Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

10. Bosque do Papa/Memorial Polonês
Memorial da imigração polonesa inaugurado em 1980, logo após a visita do Papa João Paulo II a Curitiba.

11. Universidade Livre do Meio Ambiente
Inaugurada em 1992, com a presença do oceanógrafo Jacques Cousteau, promove educação ambiental para a população em geral. É, por si só, uma lição de ecologia, integrando a arquitetura ao meio ambiente.

12. Ópera de Arame/Pedreira Paulo Leminski
O Teatro Ópera de Arame é um espaço mágico que se integra à natureza do local. A Pedreira Paulo Leminski é palco dos grandes acontecimentos culturais e artísticos de Curitiba.

13. Parque Tingui
O Parque Tingui lembra os primeiros ocupantes dos Campos de Curitiba, os índios Tinguis, da nação Guarani.

14. Memorial Ucraniano
O Memorial Ucraniano, no Parque Tingui, é homenagem ao centenário da chegada dos pioneiros da etnia, comemorado em 1995.

15. Santa Felicidade
Colônia formada em 1878 por imigrantes italianos. Principal eixo gastronômico de Curitiba, é um desfile de casas típicas, unidades de interesse de preservação pelo valor histórico e arquitetônico.

16. Parque Barigui
Um dos maiores da cidade, tem espaços para exposições e eventos, museu do automóvel, esportes e várias outras atividades.

17. Setor Histórico
As ruínas da Igreja de São Francisco de Paula, o Relógio das Flores, a Fonte da Memória, igrejas antigas, casarões reciclados e transformados em espaços culturais compõem o Setor Histórico da cidade.


Praça do Japão: homenagem aos imigrantes

Num capítulo à parte na história dos imigrantes que se estabeleceram em Curitiba está a participação japonesa na cidade. Tal importância tiveram os nipônicos que, em homenagem a seus esforços, foi construída a Praça do Japão, cujo projeto foi iniciado em 1958, concluído em 1962 e reformado em 1993, para a inclusão de outras atrações turísticas típicas do país do sol nascente. Hoje, a Praça do Japão é um espaço arborizado de 14 mil m2 localizado no bairro da Água Verde.

Os cerca de 35 mil nikkeis habitantes de Curitiba têm na Praça do Japão um pedaço do arquipélago em terras brasileiras. No complexo em homenagem aos imigrantes, há um lago com carpas, o Portal Japonês, o Memorial da Imigração Japonesa, uma estátua referente às tradições religiosas do budismo japonês e o Palácio Hyogo, um exemplo da sofisticada arquitetura nipônica.

Atualmente abrigando a Câmara de Comércio e o Instituto Cultural Brasil–Japão, foi no Palácio Hyogo que o casal imperial recebeu as honras quando visitou Curitiba, em junho de 1997.

 

Arquivo NippoBrasil - Edição 277 - 29 de setembro a 5 de outubro de 2004
 Arquivo - Turismo Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 286
• Fortaleza: 300 anos de história
Arquivo NippoBrasil - Edição 283
• Cabo Frio, cidade das cores
Arquivo NippoBrasil - Edição 282
• Turismo para relaxar no feriado
Arquivo NippoBrasil - Edição 281
• Cunha e Bananal: história e ecologia no interior de São Paulo
Arquivo NippoBrasil - Edição 278
• É tempo de festa em Santa Catarina!
Arquivo NippoBrasil - Edição 277
• Curitiba: turismo com qualidade de vida
Arquivo NippoBrasil - Edição 275
• Serras Gaúchas: turismo europeu - Parte 2
Arquivo NippoBrasil - Edição 274
• Serras Gaúchas: turismo europeu - Parte 1
Arquivo NippoBrasil - Edição 273
• Uma viagem histórica por Minas Gerais - Parte 2
Arquivo NippoBrasil - Edição 272
• Uma viagem histórica por Minas Gerais - Parte 1
Arquivo NippoBrasil - Edição 271
• Paraty
Arquivo NippoBrasil - Edição 269
• Petrópolis, cidade imperial
Arquivo NippoBrasil - Edição 268
• Caxambu: raízes indígenas e africanas
Arquivo NippoBrasil - Edição 266
• Campo Grande, Cidade Morena
Arquivo NippoBrasil - Edição 265
• Paranapiacaba: atrações a céu aberto
Arquivo NippoBrasil - Edição 264
• Campos do Jordão: Um pedaço da Europa no Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 263
• Araxá: “onde primeiro se avista o sol”
Arquivo NippoBrasil - Edição 262
• Águas de São Pedro: beleza natural bem próxima a São Paulo
Arquivo NippoBrasil - Edição 260
• Poços de Caldas, MG - Tudo começou com a água...
Arquivo NippoBrasil - Edição 259
• Búzios é atração no litoral norte do RJ
Arquivo NippoBrasil - Edição 257
• Atibaia para todos os gostos
Arquivo NippoBrasil - Edição 256
• Monte Verde é opção de viagem completa
Arquivo NippoBrasil - Edição 255
• História e natureza em Angra dos Reis
Arquivo NippoBrasil - Edição 253
• Águas de Lindóia o paraíso das águas milagrosas
Arquivo NippoBrasil - Edição 252
• Socorro oferece diversão sem parar aos turistas
Arquivo NippoBrasil - Edição 251
• Serra Negra: saúde e diversão para toda a família
Arquivo NippoBrasil - Edição 250
• Brotas: aventura, natureza e descanso


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2021 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados