Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Quinta-feira, 03 de dezembro de 2020 - 20h22
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
 

Cuidado com as micoses

 

É tempo de calor e de grande umidade, características de um verão que se preza. É tempo também de muita praia e de banhos de piscina, mas é época propícia para as micoses. Segundo a dermatologista da Clínica Ponzio, Ana Lenise Favretto elas encontram, no clima úmido, um meio excelente para proliferação e são provocadas por fungos que costumam se esconder nos cabelos das pessoas. De um modo geral as micoses podem ser superficiais ou de unha.

A médica explica que a chamada micose de praia, ou pano branco, é a pitiríase versicolor. Ela se caracteriza pelas manchas brancas que podem se estender por todo o corpo.

A chamada micose de virilha, a tinha cruris, ataca principalmente os homens. É provocada pela umidade e também pela fricção, nesta região do corpo, de elásticos, ou da lycra dos calções. De coloração vermelha, ela é contagiosa. O ideal é usar algodão e calções folgados.

A tinha pedis, outra micose característica do verão, atinge a planta do pé. A pele fica descamada e grossa. A tinha corporis ataca particularmente as crianças. As manchas vermelhas se espalham pelo corpo e provocam coceira, diz a dermatologista.

De todas as micoses, a onicomicose, que ataca a unha, é a mais difícil de ser tratada. Em 90% dos casos, acomete as unhas dos pés. A parte esbranquiçada da unha se espalha e a lâmina começa a descolar. “O tratamento é demorado; pode até durar seis meses.”

 

Dermatites de verão aparecem com altas temperaturas

As altas temperaturas com as quais estamos convivendo não provocam apenas o cansaço. A pele é um dos órgãos que mais sofre neste período. Segundo a dermatologista do Hospital e Maternidade São Camilo, Solange Delpogeto, no calor a pele sofre muito, principalmente por causa dos vários banhos e uso de sabonete, causando eczemas ou dermatites de verão.

Os principais sintomas dessa doença são a coceira, pele grossa e áspera e vermelhidão. Normalmente, a eczema atópica aparece nas dobras como com as do joelho e braços. Este tipo de doença é muito comum em crianças. Nos casos mais agudos, a pele forma uma crosta que pode minar água. Nesta fase, a doença vira infecção causada por bactérias.

O tratamento é feito com pomadas a base de corticóides e o uso de filtros solares só é indicado após o tratamento. “Só pode se expor ao sol aquela pele que estiver macia e sem escamações”, diz Solange.

algumas dicas para você evitar a doença

• Tomar um só banho por dia
• Caso precise tomar mais de um, não usar sabonete nas áreas que estão ressecadas
• Hidratar bem a pele
• Evitar meia de seda, sapatos fechados e tecidos sintéticos
• Usar roupas de algodão
• Não tomar sol


Arquivo NippoBrasil - Edição 195 - 26 de fevereiro a 4 de março de 2003
 Coluna
 Arquivo - Saúde
• Avalie o seu grau de estresse
• Ervas medicinais: natural sim, mas com limites
• Síndrome do Coração Partido: quando as emoções afetam nossa saúde física
• Porque controlar o Tabagismo?
• Esclerose múltipla: sintomas diversos podem confundir diagnóstico
• Como evitar o câncer
• Cuidados básicos na manipulação de alimentos
• Viciados no trabalho
• Hábitos alimentares influenciam no desenvolvimento de doenças
• 75% das mulheres sofrem com a TPM
• Saiba como prevenir a conjuntivite
• Prazeres e cuidados com um banho de ofurô
• Você sabe como escolher um filtro solar?
• Verão, perigo para quem sofre de enxaqueca
• Cuidado com as micoses
• Automedicação: o barato que sai caro e pode ser perigoso
• Cuidado com a otite externa
• Acupuntura para combater a asma
• Café reduz risco de câncer de cólon
• Combatendo o câncer de mama
• Campos magnéticos aumentam os poderes da água
• Tabaco é principal motivo para o desenvolvimento doença pulmonar crônica
• Nova técnica para a plástica das pálpebras
• Zumbido: um problema que tem tratamento
• Câncer ginecológico: prevenção é o melhor remédio
• Vacinas podem prevenir doenças do verão
• Como se livrar das estrias
• Convivendo com as varizes no verão
• Calor intenso aumenta risco de conjuntivites
• Câncer de estômago é mais comum entre orientais
• Perda auditiva: como prevenir
• Prevenir é o melhor remédio
• Tomar chá verde pode amenizar alergias
• Cuidado com o leite que você compra!
• O que fazer para evitar a Trombose
• Como ajudar alguém em crise epiléptica
• Pare de fumar agora!
• Como agir em caso de queimaduras
• Reposição Hormonal: fazer ou não?


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2020 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados