Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Quinta-feira, 13 de maio de 2021 - 1h07
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-

O doutor responde
Dra. Marina Odo*
 
Mitos e verdades sobre o Botox
 

Muitas pessoas têm procurado especialistas para a aplicação de toxina botulínica, mais conhecida como Botox. A injeção da toxina botulínica é indicada para eliminar ou amenizar, temporariamente, as rugas em torno dos olhos, os “pés de galinha” e as rugas entre as sobrancelhas.

Mas o uso do Botox ainda gera muitas dúvidas e polêmicas. Noto que algumas pessoas têm medo, porque a substância utilizada é uma toxina retirada da cultura de bactérias que provocam a paralisia muscular. O fato é que não é injetada a bactéria e, sim, a sua secreção purificada.

O Botox também não causa nenhum tipo de dependência. É eliminada pelo organismo assim que faz o seu trabalho. O efeito mais grave que pode ocorrer é a queda temporária da pálpebra, sempre a partir do erro médico. Por isso, o indivíduo deve se informar a respeito do profissional em questão.

A partir do momento que o médico esclarece como é feita a aplicação do Botox, caberá ao paciente decidir se deseja ficar com um aspecto duro e artificial ou natural. O ideal, no entanto, é que o uso da substância botulínica produza um abrandamento das rugas e não a mobilização total da face ou a mudança radical da expressão.

Sobre reaplicação, é importante saber que a seqüência das aplicações deixa o músculo em repouso e, no final de algumas sessões, espera-se que esta área não esteja enrugando tanto como no início. À medida que o paciente repete o tratamento, a tendência é que os intervalos entre as aplicações aumentem. A partir da terceira aplicação a pessoa passa a reeducar seus músculos para uma nova expressão, muito mais leve quase sem marcas acentuadas.


* Marina Odo é médica dermatologista e master em neurolingüística
 

Arquivo NippoBrasil - Edição 161 - 26 de junho a 2 de julho de 2002
 Coluna
 Arquivo - Saúde
• Prevenção do câncer de pele
• O perigo do fumo passivo
• Lavar as mãos
• Alimente-se bem
• O dever de informar da medicina do trabalho
• Cuidados Paliativos, uma atividade multiprofissional
• Vulvovaginites
• Viciados no trabalho
• Acne adulto
• Dor mamária
• Dentes brancos: a estética chegou à boca
• Cirurgia plástica é coisa séria
• Ano novo, vida saudável: cresce interesse por alimentos que fortalecem a imunidade
• Varizes: livre-se delas!
• Avalie o seu grau de estresse
• Ervas medicinais: natural sim, mas com limites
• Síndrome do Coração Partido: quando as emoções afetam nossa saúde física
• Porque controlar o Tabagismo?
• Esclerose múltipla: sintomas diversos podem confundir diagnóstico
• Como evitar o câncer
• Cuidados básicos na manipulação de alimentos
• Viciados no trabalho
• Hábitos alimentares influenciam no desenvolvimento de doenças
• 75% das mulheres sofrem com a TPM
• Saiba como prevenir a conjuntivite
• Prazeres e cuidados com um banho de ofurô
• Você sabe como escolher um filtro solar?
• Verão, perigo para quem sofre de enxaqueca
• Cuidado com as micoses
• Automedicação: o barato que sai caro e pode ser perigoso
• Cuidado com a otite externa
• Acupuntura para combater a asma
• Café reduz risco de câncer de cólon
• Combatendo o câncer de mama
• Campos magnéticos aumentam os poderes da água
• Tabaco é principal motivo para o desenvolvimento doença pulmonar crônica
• Nova técnica para a plástica das pálpebras
• Zumbido: um problema que tem tratamento
• Câncer ginecológico: prevenção é o melhor remédio
• Vacinas podem prevenir doenças do verão


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2021 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados