Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Sexta-feira, 10 de julho de 2020 - 9h50
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Arquivo NippoBrasil - Edição 122 - 20 a 26 de setembro de 2001

Asma

(Dr. Luciano de Souza Aranha Carvalho*)

Asma é uma doença crônica das vias aéreas, com obstrução do fluxo de ar reversível espontaneamente ou com tratamento.

Existe a presença de inflamação com participação de muitas células, em particular eosinófilos e mastócitos, com aumento da reatividade das vias aéreas e uma variedade de estímulos (hiper-responsividade brônquica).

Clinicamente, manifesta-se com episódios recorrentes de sibilância (chiado no peito), dispnéia (falta de ar) e tosse.

A importância do diagnóstico correto e seu tratamento se baseiam em vários aspectos que vão desde a presença de sintomas que prejudicam o cotidiano do asmático, limitando sua vida, até a possibilidade de morte durante uma forte crise aguda.

Asma é uma doença conhecida desde a Grécia antiga, há mais de 2.500 anos, mas sua crescente incidência, principalmente em crianças (hoje, no Brasil, a prevalência está em torno de 15%), tem contribuído para maior estudo e, conseqüentemente, uma melhora no diagnóstico e tratamento.

Sintomas
O diagnóstico da Asma é clínico e inclui vários sintomas que devem ser questionados ou percebidos pelo médico, tais como: tosse persistente ou episódica associada com chiado no peito e falta de ar, freqüentemente estão presentes à noite ou pela manhã, ao acordar ou ainda após esforços.

É importante lembrar que muitos desses sintomas iniciam-se após exposição a algum fator desencadeante, entre eles poeira domiciliar, fumaça de cigarro, vapores químicos, perfumes, mudanças de clima, pêlos de animais, pólen de plantas, gripes, resfriados e alguns medicamentos.

Também, em alguns casos, nenhum desses sintomas estão presentes, mas há um desconforto torácico, como um aperto no peito.

Para complementar o diagnóstico, deve-se obrigatoriamente afastar outras possibilidades. Para isso, alguns exames são necessários: radiografia de tórax, prova de função pulmonar e testes alérgicos.

Tratamento
A Asma é classificada como leve, moderada e grave, e todas as formas clínicas devem ser tratadas a fim de se evitar a cronicidade da inflamação. Esta leva a uma limitação não reversível do fluxo de ar, além de limitações físicas e sociais, assim como crises agudas graves que podem levar à morte.

O tratamento é baseado em 3 princípios:

1. Educação do Paciente: ensiná-lo sobre a doença, suas formas clínicas e opções corretas de intervenção, mesmo sem a presença médica;

2. Profilaxia Ambiental: detectar através de experiências clínicas e testes alérgicos as principais substâncias desencadeantes do processo inflamatório, para evitar a exposição a estas substâncias;

3. Uso de Medicamentos: anti-histamínicos, broncodilatadores, anti-leucotrienos, corticóides, que devem ser usados combinados ou não por via oral e/ou inalatória, de forma a inibir o processo inflamatório.

Esses 3 princípios se complementam e são coordenados pelo médico que assiste o paciente. Para que isso se concretize, é fundamental as visitas ao médico planejadas para o tratamento, mesmo que o paciente sinta-se sem queixas.


*Dr. Luciano de Souza Aranha Carvalho
Chefe do Departamento de Pneumologia do AMHA (Assistência Médico-Hospitalar e Odontológica do Hospital Novo Atibaia), graduado pela Unicamp com residëncia no Departamento de Pneumologia da Unicamp.)
 Coluna
 Arquivo - Saúde
• Saiba como prevenir a conjuntivite
• Prazeres e cuidados com um banho de ofurô
• Você sabe como escolher um filtro solar?
• Verão, perigo para quem sofre de enxaqueca
• Cuidado com as micoses
• Automedicação: o barato que sai caro e pode ser perigoso
• Cuidado com a otite externa
• Acupuntura para combater a asma
• Café reduz risco de câncer de cólon
• Combatendo o câncer de mama
• Campos magnéticos aumentam os poderes da água
• Tabaco é principal motivo para o desenvolvimento doença pulmonar crônica
• Nova técnica para a plástica das pálpebras
• Zumbido: um problema que tem tratamento
• Câncer ginecológico: prevenção é o melhor remédio
• Vacinas podem prevenir doenças do verão
• Como se livrar das estrias
• Convivendo com as varizes no verão
• Calor intenso aumenta risco de conjuntivites
• Câncer de estômago é mais comum entre orientais
• Perda auditiva: como prevenir
• Prevenir é o melhor remédio
• Tomar chá verde pode amenizar alergias
• Cuidado com o leite que você compra!
• O que fazer para evitar a Trombose
• Como ajudar alguém em crise epiléptica
• Pare de fumar agora!
• Como agir em caso de queimaduras
• Reposição Hormonal: fazer ou não?
• Cuidados com o estômago
• Ataque de asma
• Crises de rinite
• Quais os fatores que podem levar à queda de cabelo?
• Mitos e verdades sobre o Botox


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2020 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados