Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Domingo, 20 de junho de 2021 - 21h02
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
24 de maio de 2018 - Política - NippoBrasil
 
Deputado federal Junji Abe propõe “Lei do Jaleco” no País
Assim como em São Paulo, deputado quer proibir profissional de saúde de usar uniforme fora do ambiente hospitalar para evitar riscos de contaminação por bactérias levadas de um local a outro
 

O deputado federal Junji Abe (MDB-SP) quer fazer valer em todo Brasil uma legislação que já vigora no Estado de São Paulo. Trata-se da chamada “Lei do Jaleco”, que proíbe médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde de usarem jaleco fora do ambiente de trabalho. Com igual objetivo de evitar riscos de contaminação por micro-organismos instalados nas vestimentas e levados de um local a outro, ele apresentou um projeto de Lei (10.126/2018).

Quase a totalidade dos jalecos médicos pode estar contaminada com bactérias perigosas, como a Staphylococcus aureus, principal responsável pelas infecções hospitalares. Foi o que mostrou uma pesquisa da PUC-SP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, publicada em setembro de 2010. Mais tarde, em 2014, a mesma bactéria foi encontrada em 50% das amostras coletadas durante pesquisa desenvolvida no curso de enfermagem das Faculdades Integradas Teresa D’Avila, na cidade paulista de Lorena.

Junji usou a tribuna da Câmara nesta terça-feira (22/05/2018) para pedir a rápida tramitação e aprovação do projeto. Jalecos e aventais médicos são equipamentos de proteção individual que devem ser utilizados, exclusivamente, em hospitais e ambientes de trabalho de saúde, como ressaltou o deputado. “Podem ser um forte vetor da propagação de doenças que, de outro modo, ficariam confinadas ao espaço de atuação desses profissionais”, alertou, acrescentando que, conforme o estudo da PUC-SP, os micro-organismos podem sobreviver entre 10 e 98 dias em tecidos como algodão e poliéster, os mais comuns nessas vestimentas.

O uso do jaleco, ponderou o parlamentar, cumpre a função de preservar o paciente de micróbios e bactérias que o profissional de saúde traz da rua, assim como de proteger o próprio médico e outros agentes de saúde no contato com quem está doente, além de resguardar o conjunto da população. “Logo, não faz sentido circular com as vestimentas fora do hospital, do ambulatório, da unidade de saúde onde trabalha”.

Em função do pouco tempo disponível para o pronunciamento – cerca de 3 minutos, Junji entregou o discurso para registro na Casa. Como não se pode admitir uma lei natimorta por não prever punições, observou o deputado informando que quem desrespeitar a proibição estará sujeito à multa de R$ 500, que dobra em caso de reincidência. Ao mesmo tempo, antecipou, é indispensável que a regulamentação da pretendida legislação traga eficientes formas de fiscalização e da eventual aplicação da penalidade, acompanhada da respectiva campanha educativa.

Ao justificar o projeto, Junji fez questão de frisar que não tem, “nem de longe, o propósito de causar qualquer tipo de incômodo aos admirados profissionais da área”, geralmente, com tempo escasso e assoberbados de trabalho. “A ideia é unir forças em prol de um bem maior”, sintetizou e apontou: “a vida dos pacientes e o bem-estar da população”. Ele reiterou que a meta é contribuir para prevenir um dos inúmeros meios de contaminação e “não dispensa nenhum outro cuidado, como o mais simples, que é o de lavar corretamente as mãos”.

Para finalizar, o parlamentar adicionou que o projeto visa regulamentar o uso das vestimentas e buscar uma mudança de comportamento por parte dos profissionais da saúde para evitar o aumento dos riscos de disseminação de micro-organismos causadores de doenças, já que a legislação vigente não proíbe o uso dos trajes fora do ambiente de trabalho.

 
 Política
01/04/2021
9º Simpósio do Movimento Político Nikkei realizado virtualmente em março
20/10/2020
8º Simpósio do Movimento Político Nikkei realizado virtualmente em outubro
13/03/2020
Realizado 5º Simpósio do Movimento Político Nikkei no bairro da Liberdade, em São Paulo
18/12/2019
São Paulo ganha Frente Parlamentar Brasil-China
11/12/2019
"A valorização dos políticos nikkeis" foi o tema do 4º Simpósio do Movimento Político Nikkei
21/08/2019
Movimento Político Nikkei realizou terceiro simpósio
06/12/2018
Realização do 1º Encontro de Políticos Nikkeis em São Paulo
12/07/2018
Junji homenageia 1º deputado federal nikkei no mundo
24/05/2018
Deputado federal Junji Abe propõe “Lei do Jaleco” no País
27/03/2018
Junji garante R$ 3 milhões para a saúde
27/02/2018
Junji Abe volta a integrar Frente Parlamentar da Agropecuária
29/06/2017
Parceria com Japão é destacada em audiência pública
12/06/2017
Em reunião no Consulado, Ihoshi e ABGJ buscam certificação para culinária japonesa no Brasil
27/04/2017
Deputado Walter Ihoshi leva reivindicações de comunidade brasileira no Japão ao ministro das Relações Exteriores
12/04/2017
Projeto que cria Unidade Móvel de Atendimento Médico Veterinário é aprovado em primeira votação
11/04/2017
Atendendo o pedido do deputado Walter Ihoshi, Ministro da Saúde libera recurso para o Hospital do Câncer de Ourinhos
14/03/2017
Cônsul Geral do Japão visita Prefeitura de Andradina
20/12/2016
Cerimônia de diplomação do prefeito, vice e vereadores eleitos em São Paulo
11/06/2016
Nota Fiscal Paulistana pode beneficiar ações sociais
24/03/2016
Aurélio Nomura assume a liderança do PSDB na Câmara de São Paulo
18/12/2015
Vereador Aurélio Nomura deixa 1ª Secretaria e faz balanço positivo
10/12/2015
Deputada Keiko Ota destina emenda para hospital do Enkyo
03/12/2015
Deputada Keiko Ota propõe Ronda Maria da Penha em município mais violento de São Paulo


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2021 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados