Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Segunda-feira, 14 de outubro de 2019 - 11h25
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Arquivo NippoBrasil - Edição 105 - 22 a 28 de março de 2001
 
Mitologia da Família Imperial

(Por Claudio Seto)

Prólogo:
De Takama no Hara (Alta Planície Celeste), Amaterassu Omikami, a Augusta Deusa Sol, gostava de apreciar as terras de Achi Hara no Mizuho no Kuni (País dos Campos de Junco e Espiga de Arroz), que mais tarde seria conhecido como Japão, e costumava comentar com as ninfas celestes que, um dia, seus descendentes povoariam aquele rincão que tanto admirava.

Certo dia, a Augusta Deusa Sol resolveu enviar seu filho mais velho, Massaka Akatsu Katsu Hayabi Ameno Akishiho no Kami (Divindade Espiga de Arroz Luxuriante do Céu), para civilizar Mizuho no Kuni. Este, porém, sugeriu à mãe que nomeasse seu filho Ninigui no Mikoto, o Augusto Neto Celeste, mais capacitado para exercer tal missão. Concordando com a sugestão do primogênito, a Augusta Deusa Sol chamou seu neto e fez uma profecia: - Esta fértil planície de juncos será a região onde os meus descendentes serão senhores. E tu, Ninigui, vai para lá governá-la .Vai, e talvez a prosperidade favoreça a tua dinastia e faz com que, tal como o Céu e a Terra, ela seja eterna”.

Acompanhado de um grupo de guerreiros, Ninigui, o Augusto Neto Celeste, atravessou Amano Hashi Date (Ponte Lançada do Céu) e desceu sobre o pico do monte Takachiho, na ilha de Kyushu. Com os guerreiros que faziam a guarda de segurança de Ninigui, veio o capitão Katami Musubi, que dominou os habitantes do monte Takachihô, onde inicialmente se estabeleceram. Ninigui trouxe com ele as três insígnias sagradas: o espelho, a espada sagrada e uma jóia (bola de cristal), símbolos de sua autoridade real (hoje tesouro da família imperial).

Consta também que quando a expedição vinda da Alta Planície Celeste chegou a Mizuho, encontrou um forte chefe nativo de nome Saruta Hiko, que seria um grande obstáculo para a conquista da região, pois ele era um homem-macaco da Idade da Pedra, tinha um físico avantajado e era mais forte que um touro. Na luta era invencível, porém foi seduzido pela sensualidade da deusa Ameno Uzume no Mikoto, por quem se apaixonou perdidamente e permitiu à comitiva de Ninigui que se instalasse no monte Takachihô, situado ao norte de Kyushu. Nesta época, na costa oeste da ilha Honshu (principal ilha do arquipélago japonês), em Izumo, moravam os descendentes de Suzano-o no Mikoto (Deus Tempestade), o irmão rebelde da Augusta Deusa Sol.

Ninigui estabeleceu-se em Kyushu, casou-se com a bela princesa Milhares de Tecidos Esplêndidos, filha da Divindade Alta Árvore, e, com o decorrer do tempo, teve três filhos. O sucessor de Ninigui no trono foi seu filho Hassuseiri no Mikoto (Príncipe Espiga Madura), que se casou com Konohana Sakuya Hime (Princesa Floração), a bela donzela que, com seus gestos mágicos, fazia flores surgirem nas árvores. Ela espalhava pétalas no rio e todo o vale ficava florido. Konohana era filha de Ooyama Tsumimi no Kami, o Grande Possessor da Montanha, que tinha também uma filha mais velha, Iwanaga Hime, “princesa Rocha Extensa”.

Os filhos do casal Hassuseiri e Konohana foram Umi no Satihiko no Mikoto ou Hohoderi no Mikoto (Príncipe Jovem do Mar) e Yama no Satihiko no Mikoto ou Hoori no Mikoto (Jovem Príncipe da Montanha), os irmãos que ficaram conhecidos como Príncipe Caçador e Príncipe Pescador. Primeiro Hohoderi reinou Mizuho no Kuni, depois deu lugar ao irmão Hoori. Este se casou com Toyotama Hime (Princesa Alma Luxuriante, filha do Deus do Mar). Shiyozuchi no Kami, Princesa Toyotama, foi flagrada em sua forma de dragão quando dava luz a um bebê. Por isso, envergonhada, voltou ao fundo do mar e enviou sua irmã Alma Possessa para cuidar de Ugaya Fuki Ayasu no Mikoto, seu filho. Este casou com sua tia e tiveram quatro filhos.

 
Jinmu Tenno - O Primeiro Imperador do Japão

Os descendentes da Augusta Deusa Sol (Amaterassu Omikami) que se instalaram ao norte de Kyushu por meio da expedição colonizadora de Ninigui no Mikoto (Augusto Neto Celeste) foi aos poucos expandindo seu território, pof suas vitórias conquistadas em guerra com os nativos locais.

Dos quatro filhos de Ugaya Fuki Ayasu no Mikoto e Alma Possessa, dois, desde cedo, saíram para percorrer o mundo, enquanto Itsusse no Mikoto , o mais velho, e Waka Mikenu, o caçula, planejavam a conquista de um novo território com melhores condições de vida para transferir seu povo e iniciaram a marcha em direção ao sol nascente.

Após cuidadosos preparativos, os dois irmãos atravessaram o Mar de Seto e, com suas tropas, penetraram na zona central da ilha Honshu, com a finalidade de conquistá-la. Ali, encontraram nativos hostis, com quem travaram ferozes lutas. Príncipe Itsusse estava decidido que nada deteria sua marcha em direção ao sol e continuou avançando, vencendo sucessivas batalhas. Num desses combates, o bravo príncipe foi morto, atingido por uma flecha inimiga. A partir daí, o caçula, Waka Mikenu, tomou a liderança e continuou a marcha da expedição conquistadora.

Muitas tribos derrotadas passaram a servir o exército de Waka Mikenu, que foi aumentando à medida que avançava para o centro da ilha de Honshu. Na planície de Takuroku foi travada uma das maiores batalhas comandada pelo príncipe. O exército inimigo era comandado por um mago muito poderoso. Debaixo de um sol forte, a sangrenta batalha durou o dia inteiro com baixas dos dois lados, mas, por fim, o inimigo foi obrigado a retirar-se. O mago usou seus poderes para proteger a retirada fazendo cair sobre o campo de batalha uma densa neblina. O exército de Waka Mikenu ficou completamente perdido. E, assim, o mago Siyu fugiu tranqüilamente, contente por conseguir enganar o adversário.

Continua ...

História do Japão
Arquivo Nippo - Edição 266
Era Nara - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 264
Príncipe Shôtoku
Arquivo Nippo - Edição 262
Era Asuka
Arquivo Nippo - Edição 260
Era Kofun - Tumbas: símbolos de poder
Arquivo Nippo - Edição 258
Rainha Himiko
A lendária rainha de Yamatai
Arquivo Nippo - Edição 256
Era Yayoi - Desenvolvimento japonês
Arquivo Nippo - Edição 254
A criação do mundo segundo a mitologia japonesa
Arquivo Nippo - Edição 252
O Alvorecer do Japão
Arquivo Nippo - Edição 250
Cronologia: As eras no Japão
Mitologia
Arquivo Nippo - Edição 106
Jinmu Tenno - O Primeiro Imperador do Japão - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 105
Jinmu Tenno - O Primeiro Imperador do Japão - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 96
Caminhar sobre as águas
Arquivo Nippo - Edição 95
Verão: Ode à Hototoguissu
Parte Final
Arquivo Nippo - Edição 94
Verão: Ode à Hototoguissu
Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 96
Haruyama e Akiyama
Parte Final
Arquivo Nippo - Edição 95
Haruyama e Akiyama
Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 94
Haruyama e Akiyama
Prólogo
Arquivo Nippo - Edição 93
O chapéu ouvidor
Arquivo Nippo - Edição 92
A flor da honestidade
Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 91
A flor da honestidade
Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 90
Tarai Kaburi Hime: A Princesa Cabeça de Tina - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 89
Tarai Kaburi Hime: A Princesa Cabeça de Tina - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 88
Jingû Kogo. A imperatriz guerreira
Arquivo Nippo - Edição 88
Yamato Takeru no Mikoto: O Príncipe Valente - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 87
Yamato Takeru no Mikoto. O Príncipe Valente
Arquivo Nippo - Edição 87
As pedras de Ryoanji
Arquivo Nippo - Edição 86
Kaguya Hime - Parte 3
Arquivo Nippo - Edição 85
Kaguya Hime - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 84
Kaguya Hime - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 83
Mino no Mamushi: A Cobra Venenosa de Mino
Arquivo Nippo - Edição 78
Pré-história do Japão - 8
Parte 2:
Ukemochi no Mikoto

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2019 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados

171 usuários online