PORTAL NIPPOBRASIL ONLINE - 19 ANOS
-
Fale conosco: adm@nippo.com.br   
Quinta-feira, 12 de dezembro de 2019 - 6h55
DESTAQUES:
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Caderno Bichos

Doenças do homem em animais de estimação

Cães e gatos adultos e de raça definida são os mais afetados

(Reportagem: Catarina Eiko | Foto: Divulgação)

Quem pensava que câncer, catarata e até mesmo diabete só atingiam homens e mulheres pode ficar surpreso com a manifestação desses males em seus animais de estimação.

Cães e gatos idosos e de raça definida são os que apresentam essas doenças com maior freqüência e com sintomas similares aos dos homens. Conheça algumas das doenças mais comuns e saiba como detectá-las:

• Câncer de mama: surgimento de um “caroço” e alterações no aspecto da pele na região das mamas.

• Alergias: coceira intensa sem motivo aparente, inchaço e vermelhidão da pele.

• Problemas de coluna: prostração, dificuldade de se movimentar, sensibilidade local e paralisia parcial ou total dos membros.

• Catarata: perda gradual da visão e fundo do olho esbranquiçado.

• Doença periodontal: mau hálito, inflamação da gengiva, tártaro e mobilidade dos dentes.

• Diabetes: sede e fome exacerbada, eliminação de muita urina e emagrecimento progressivo.


Tratamentos
“Alimentação equilibrada, prática de exercícios físicos e asseio pessoal e ambiental, aliados a uma herança genética privilegiada são fatores importantes para evitar o surgimento precoce dessas doenças”, afirma o veterinário Dalton Ishikawa. Porém, se o animal já apresentar alguns dos sintomas citados, os tratamentos são, basicamente, os mesmos da medicina humana, pelo fato de cães e gatos também serem mamíferos. Segundo o veterinário, medicações alopáticas, homeopáticas, cirurgias, fisioterapia, quimioterapia e acupuntura são os recursos mais utilizados.

(*Especial para o Zashi/Variedades)


Serviço: Dr. Dalton Ishikawa
Site: www.pediatriacanina.com.br
 Pets do Leitor
 Arquivo: Pets
• Dia Mundial do Gato: veja como cuidar dos bichanos
• Saiba tudo sobre as vacinas
• Cuidados: Top 5 de verão
• Brincadeira que faz bem
• Esquilo da Mongólia
• Dia de banho!
• Atendimento de emergência
• Na hora da compra
• O melhor hotel para seu amigo
• Mais do que um bom amigo
• Adotar é tudo de bom!
• Alimentação para Aves: Balanceada e variada
• Independentes e bem nutridos
• Cuide bem da refeição do seu cachorro
• Evite as doenças de verão
• Câncer: diagnósticos e tratamento
• Tá nervoso? Vai brincar!
• Atenção com as unhas!
• Medicamento na medida certa
• Jabutis são animais tímidos e dóceis
• Um olhar esbranquiçado
• Calopsitas: Dócil e divertida
• Ferrets: Amistosos e brincalhões
• Animais idosos
• Diabetes?
• “Castrei, e agora?”
• Vermífugo: um importante aliado
• Iguana: Exótica e exigente
• Doenças do homem em animais de estimação
• Terapia comportamental
• Um pássaro do barulho
• “Cadê meu filhotinho?”
• Programa de adoção
• Florais para eles também!
• Um problema sazonal
• Top 5 de escovação
• Filhotes, filhotes, filhotes!
• Um coelho em sua vida
• “Que coceirinha...”
• Doença ou personalidade?
• Um peixe bom de briga
• Anticoncepcional: Problema ou solução?
• Meu pintinho amarelinho
• Cachorro Bem-Educado
• Farmácia Pet
• Adorável roedor
• Um amor de bicho
• Pet moderno

© Copyright 1992 - 2016 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante.
Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

Sobre o Portal NippoBrasil | Fale com o Nippo