Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Sábado, 15 de junho de 2024 - 8h49
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
 

Brasil concede mais de 25 mil autorizações
de trabalho para estrangeiro em 2017


O número concessões caiu em relação a 2016, ano
em que as concessões fecharam em mais de 30 mil
 

(Fonte: Ministério do Trabalho)

O Ministério do Trabalho concedeu 25.937 autorizações de trabalho para estrangeiros em 2017. Foram 24.294 autorizações temporárias e 1.006, permanentes. As informações fazem parte do Relatório Anual elaborado pelo Observatório das Migrações Internacionais (OBMigra), da Universidade de Brasília (UnB), sob a supervisão da Coordenação Geral de Imigração (CGIg), e foi apresentado durante a 2ª reunião ordinária do Conselho Nacional de Imigração (CNIg) ocorrida na terça-feira (13).

O número de autorizações foi inferior ao verificado em 2016, quando foram emitidos 30.327 mil documentos. De acordo com o ministro do Trabalho, Helton Yomura, 2017 foi marcado por um ano de mudanças na legislação de imigração, que pode justificar a redução nas concessões de trabalho. "O ano foi de mudanças na lei de imigração. O período de adaptação acaba tendo influência no processo de concessão", disse.

Dos estrangeiros interessados em exercer alguma atividade laboral no país, o sexo masculino predominou com 22.537 autorizações emitidas, enquanto para o sexo feminino foram 3.399. Quase todos os imigrantes tinham o ensino superior completo (13.444) ou o ensino médio completo (10.724). Por faixa etária, foram emitidas mais autorizações para estrangeiros entre 20 e 34 anos (9.989) e 35 e 49 anos (10.857).

Países – Os Estados Unidos ocupam o topo do ranking entres os países emissores de mão de obra estrangeira para o Brasil. O MTb concedeu 5.098 autorizações de trabalho para americanos, seguido pelas Filipinas (2.127), Reino Unido (1.827), China ( 1.606), Índia (1.459) e França (1.424).

Dos países da América do Sul, as autorizações se concentraram a nacionais da Venezuela (239), Colômbia (223) e Argentina (188).

Para a realização de eventos no Brasil prevaleceram entre as autorizações temporárias, contempladas pela Resolução Normativa nº 69, com 10.295 concessões, sendo 4.238 para os EUA e 1.159 para o Reino Unido.

Outra ocupação de destaque no relatório é do profissional estrangeiro para trabalho a bordo de embarcação ou plataforma estrangeira, atividades contempladas pela Resolução Normativa nº 72. Para esse grupo foram 6.504 autorizações, das quais 1.991 para filipinos.

Estados - O Rio de Janeiro é o estado que mais recebeu profissionais estrangeiros (11.110), seguido de São Paulo (10.788), Rio Grande do Sul (603), Minas Gerais (595), Bahia (507) e Espírito Santo (426).

O coordenador-geral de Imigração, Hugo Gallo, explica que a autorização de trabalho baseada na legislação anterior era a condição exigida para que estrangeiros pudessem exercer qualquer atividade econômica remunerada no Brasil. Atualmente, com o novo marco legal (Lei n. 13.445 e Decreto n. 9.199), a condição para o exercício de atividade remunerada é a emissão de autorização de Residência Prévia (solicitada no exterior) e Residência (para solicitante já no país) e é diferente do visto humanitário, que é concedido a imigrantes em situação de crise política ou econômica no país de origem.

Casos omissos - O relatório anual do CNIg registrou ainda 4.801 autorizações concedidas para estrangeiros trabalharem e manterem residência no país. Nesses casos, o crescimento foi de 315% em relação a 2016, ano em que 1.156 pessoas receberam esse tipo de autorização.

"A maioria dessas autorizações foi contemplada pela antiga resolução normativa nº 27, que analisava as situações especiais e os casos omissos, não previstos em outras resoluções", explica o coordenador e presidente do CNIg.

As emissões deste documento atenderam sobretudo senegaleses (2.285) e haitianos (1.244), que se fixaram predominantemente nas regiões Sudeste e Sul do país.


20 de março de 2018 - Notícia - Portal NippoBrasil
 Notícias
13/03/2024
Em abril, curso de Introdução à Cultura Okinawana em São Paulo
31/01/2024
KOKORO TO KOKORO chega no Canal Brasil em fevereiro
08/01/2024
25º Grand Kouhaku no Bunkyo em janeiro
02/11/2023
De 2 a 8 de novembro, Mostra de cinema Japonês em Curitiba
14/09/2023
CENIBRA é homenageada por governador de Minas Gerais
22/08/2023
Exame de Proficiência em Língua Japonesa com inscrições abertas
27/07/2023
Exposição Itinerante: Ambientes construídos: Um guia alternativo do Japão
04/07/2023
26º Festival das Cerejeiras – Sakura Matsuri em São Paulo
30/06/2023
Exposição inédita na Japan House São Paulo explora a cultura e as características do Japão a partir dos brinquedos
29/06/2023
Homenagem aos 115 anos da Imigração Japonesa do Brasil na Câmara Municipal de São Paulo
28/06/2023
Comunidade japonesa celebra 115 anos da imigração no Brasil em sessão solene da Alesp
18/05/2023
Bolsas de Estudos MEXT 2024 estão com inscrições abertas em Curitiba
20/03/2023
Em abril, Sesc Registro traz ao Vale do Ribeira exposição sobre o artista Takeo Sawada
10/03/2023
Participação de São Paulo no Global City Network for Sustainability em Tóquio
01/03/2023
Governo de São Paulo e Agência Japonesa se preparam para renovar cooperação em gestão ambiental, agricultura, segurança pública e saúde
28/02/2023
Festival do Japão em Minas acontece em março
19/01/2023
Japan House São Paulo recebe o engenheiro japonês de próteses Ken Endo
19/01/2023
Deputada japonesa visita Hospital Japonês Santa Cruz
11/01/2023
24º Gran Kohaku Utagasen acontece no dia 15 de janeiro em São Paulo”
11/01/2023
Governo Japonês oferece, em janeiro, Bolsa de Estudo MEXT nas modalidades de “Cultura e Língua Japonesa” e “Treinamento para Professores”


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2022 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados