Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Quarta-feira, 20 de setembro de 2017 - 22h42
O que o fogo não queima, o vento e a água não levam!
 

Dá para perguntar: o que é o que é que o fogo não queima, que a água e o vento não levam? É a nossa alma, o que caracteriza a nossa vida, o nosso verdadeiro ser. Foi o que eu disse no culto póstumo de sétimo dia, celebrado às vítimas do terremoto da região nordeste do Japão, realizado no salão da Província Miyagui, no bairro da Liberdade no último dia 17 de março.

O ambiente era de extrema tristeza, muitos jovens estavam com a camiseta “Gambare Nippon” (Avante Japão!) e alguns oradores, devido à profunda dor, não conseguiram fazer o uso da palavra. Também dizer o quê? Tem horas que é melhor chorar mesmo. Além de orar, era a minha mais forte vontade. Mas havia sido solicitado para transmitir o ensinamento para aquela ocasião.

No Sutra Lótus, consta: “Não existe tranqüilidade nos três Mundos (Mundos dos desejos, do material e do imaterial). É como se estivesse vivendo dentro de uma casa em chamas”, foi o ensinamento do dia. O que agora é um terremoto, amanhã, pode ser um maremoto, uma doença ou qualquer outro infortúnio. É só questão de tempo e de pequenas diferenças circunstanciais. Então, como viver nessa casa sem sair queimado? A resposta é se fortalecer espiritualmente e não viver só em função daquilo que a própria morte possa lhe tirar instantaneamente. Não importa quando nem como partimos. É claro que gostaríamos que a nossa partida fosse depois de uma longa vida e cercado pela família. Mas, e se isso não for suficiente para nos garantir a eternidade? Portanto, a questão é o que fazemos enquanto em vida. Tenha sido ela curta, média ou longa e, acima de tudo, termos vivido pela fé, com gratidão e devoção no coração. É o que faz valer a pena viver ou ter vivido. É o que Buda nos ensina ser uma vida verdadeiramente digna, que por si só se eterniza. É essa a vida eterna a qual devemos servir de todas as formas enquanto pudermos. Caso contrário, simplesmente estaremos vivendo de modo a esperar que um dia sejamos varridos e desintegrados pela água, fogo ou por algo tão transitório quanto um modo de viver superficial.

Para muitos, já passou da hora de refletir sobre a verdadeira razão de existir e viver. É dito “Antes tarde do que nunca”, mas agora é sempre melhor. Que possamos viver e passar por este período de luto com muita fé, serenidade e consciência de que, pelo Darma Sagrado de Buda, somos responsáveis e que podemos transformar uma realidade permanentemente.



KYOHAKU CORREIA
É é arcebispo da religião budista Honmon Butsuryu-Shu do Brasil.
Mestre em Teologia Budista, foi ordenado sacerdote aos 11 anos e estudou Literatura Japonesa pela Universidade Budista de Kyoto.

 Arquivo - Mensagens
• O poder de cura do perdão
• Como somos afortunados
• O que o fogo não queima,
o vento e a água não levam!
• A felicidade em um ônibus lotado
• Os sinais do fim - parte II
• “Felicidade paradoxal”:
Seguir o modelo de Jesus Cristo
• Os sinais do fim - parte I
• O sentido da vida ... e da morte
• Paz com Deus, consigo e com o mundo

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

138 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases