Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Sexta-feira, 26 de maio de 2017 - 10h09
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 172 - 11 a 17 de setembro de 2002
 
Lenda da origem do Bon Odori

Adaptação livre de Claudio Seto
(Texto e desenhos: Claudio Seto)

Sobre a dança folclórica japonesa, de participação coletiva e popular chamada bon odori, existe uma lenda contada no sutra Urabon-kyô que fala de um monge zen, chamado Mokuen, que se destacava dos demais por ter uma poderosa visão transcedental. Ele se concentrava e seu espírito tanto podia viajar por mundos desconhecidos como ter a visão do que estava acontecendo em qualquer dimensão.

Pouco tempo depois que sua mãe faleceu, ele resolveu usar o seu poder para ver em qual plano astral estava o espírito dela. Por ser uma pessoa muito bondosa, Mokuen imaginou que ela estivesse no décimo Plano Astral, ou Nirvana, onde se encontra Buda. Qual não foi sua surpresa ao constatar que sua mãe renascera no segundo Plano Astral, na dimensão dos Gaki (demônios famintos). Os seres que habitam esse mundo são esfomeados e sofrem de eterna sede. Ao ver sua amada mãe naquela situação de penúria, Mokuen, que tinha o dom de fazer viagem astral, levou comida para ela. Porém, um fato inesperado aconteceu e aumentou o sofrimento de Mokuen: cada vez que a mãe experimentava um pouco de comida que o filho havia trazido, o alimento se transformava em fogo e queimava a boca dela.

Durante uma oração prolongada, Mokuen pediu a Buda que ajudasse a aliviar a dor e o sofrimento de sua mãe. Buda, então, aconselhou-o a, no dia 15 de julho, manter todos os monges da localidade enclausurados dentro de um grande mosteiro, e que eles ficassem pelo menos por um dia sem pisar nos pequenos insetos e nas flores.

No dia combinado, Mokuen chamou todos os monges da região para o grande mosteiro, dizendo que ia lhes oferecer um banquete em homenagem à sua falecida mãe. Foi feita tanta comida que os monges passaram o dia inteiro comendo, bebendo e cantando, e ninguém se lembrou de sair do mosteiro. Quando o dia terminou, o espírito de sua mãe apareceu para ele transformada em um ser do sexto Plano Astral. Ela estava iluminada e tão leve que chegava a flutuar.

Ao ver sua mãe tão iluminada e flutuando como um tyôtin (lanterna japonesa) ao vento, Mokuen ficou tão feliz que começou a dançar de alegria.

Os monges, que estavam alegres de tanto comer e beber, gostaram da dança de Mokuen e saíram dançando atrás dele. Acabaram por formar uma grande roda simbolizando o círculo da felicidade. Assim surgiu o bon odori, como dança que faz homenagem ao espírito de pessoas falecidas.

 
Adaptação livre de Claudio Seto

 

Lendas do Japão
Arquivo Nippo - Edição 202
A mão e a ira - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 200
Kobutori Jiji
Arquivo Nippo - Edição 198
O tesouro das camélias
Arquivo Nippo - Edição 196
A origem da cigarra Chibahime
Arquivo Nippo - Edição 194
Oyakoko zaru
Arquivo Nippo - Edição 192
O Mestre da Sabedoria
Arquivo Nippo - Edição 190
Kassajizo
Arquivo Nippo - Edição 188
O coelho da lua
Arquivo Nippo - Edição 184
O samurai e o cachorro guardião
Arquivo Nippo - Edição 182
Zenchi-Bonsai – O amor ao próximo
Arquivo Nippo - Edição 180
A tigela de madeira
Arquivo Nippo - Edição 178
Um Nome Comprido
Arquivo Nippo - Edição 176
A Borboleta Branca
Arquivo Nippo - Edição 174
Ubazakurá
Arquivo Nippo - Edição 172
Lenda da origem
do Bon Odori
Arquivo Nippo - Edição 170
Sô dessu ká?
Arquivo Nippo - Edição 170
Nada tenho
Arquivo Nippo - Edição 168
A moeda de Nobunaga
Arquivo Nippo - Edição 168
Acreditar em sonhos
Arquivo Nippo - Edição 166
Bunbuku Chagama: A chaleira encantada - Parte 2
Arquivo Nippo - Edição 164
Bunbuku Chagama: A chaleira encantada - Parte 1
Arquivo Nippo - Edição 153
Lenda da origem do Bon Odori
Arquivo Nippo - Edição 151
A esposa abandonada
Arquivo Nippo - Edição 149
A nora da fortuna
Arquivo Nippo - Edição 147
O Fantasma do Poço
Arquivo Nippo - Edição 145
Apreciando as cerejeiras
Arquivo Nippo - Edição 143
Carro de Boi
Arquivo Nippo - Edição 141
O Mestre
Arquivo Nippo - Edição 139
Você é sua prisão
Arquivo Nippo - Edição 137
O céu e o inferno
Arquivo Nippo - Edição 135
Desejando Deus
Arquivo Nippo - Edição 135
Deus existe?
Arquivo Nippo - Edição 133
Aluno Esforçado
Arquivo Nippo - Edição 133
Yuki Onná - A Mulher da Neve

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

117 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases