Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Terça-feira, 25 de setembro de 2018 - 16h56
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Comidas do Japão
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2018
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


 

Ministério do Trabalho concede 6,8 mil autorizações de residência para imigrantes no segundo trimestre do ano

Filipinos, japoneses e norte-americanos foram os que mais obtiveram concessões; 59% dos admitidos têm curso superior
 

Fonte e imagem: Ministério do Trabalho

O Ministério do Trabalho concedeu 6.865 autorizações de residência para fins de trabalho a imigrantes no segundo trimestre deste ano. O número representa um aumento de 23,34% em relação aos meses de abril, maio e junho de 2017, quando tinham sido liberadas 5.566 concessões. Os dados foram apresentados na reunião do Conselho Nacional de Imigração (CNIg), no dia 14/08/18, em Brasília.

Os homens ainda são maioria entre os imigrantes que vêm ao Brasil para trabalhar. Neste segundo trimestre foram 6.339 homens e 526 mulheres – uma proporção de 12 pessoas do sexo masculino para cada pessoa do sexo feminino. No mesmo período do ano passado, foram 4.772 homens e 794 mulheres, uma proporção de seis para um.

A maioria dos imigrantes que recebeu autorização neste segundo trimestre tem entre 20 e 49 anos (veja na tabela 1). Das 6.865 concessões, 5.651 foram para esse grupo de trabalhadores, o que representa 82,31% do total. E 59,35% do total têm ensino superior completo (tabela 2). O número de imigrantes que fizeram apenas o ensino fundamental, ou parte dele, representa 0,49%.

A nacionalidade com maior número de autorizações no segundo trimestre de 2018 foi a filipina (tabela 3), seguidas da japonesa e norte-americana. Em abril, maio e junho de 2017 o principal país na lista de concessões havia sido os Estados Unidos, seguido da China. Filipinas ficou em terceiro lugar no ano passado.

Entre os países do Mercosul, a principal nacionalidade beneficiada é a venezuelana (tabela 4). Foram 71 autorizações no segundo trimestre deste ano e 75 no segundo trimestre de 2017. Nessas concessões de residência para fins de trabalho, no entanto, não estão incluídos os venezuelanos que têm entrado no país com pedido de refúgio ou na condição especificada pela política migratória especial. Estes casos são monitorados pela Polícia Federal e pelo Ministério da Justiça.

Também não está incluída nesta estatística uma parte significativa de trabalhadores da América do Sul amparados pelo Acordo de Residência do Mercosul e Países Associados. Ele permite que moradores do Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Chile, Peru, Colômbia e Equador trabalhem em qualquer um dos países signatários por até dois anos sem necessidade de solicitar autorização. Depois de dois anos, se eles comprovarem meios de subsistência, poderão conseguir a autorização de permanência definitiva.

Residência Prévia

O Ministério de Trabalho concede dois tipos de autorização de residência. O primeiro é para imigrantes que já estão no Brasil e precisam de autorização para trabalhar. O outro, que é a maior parte, são pedidos de residência prévia, quando a empresa faz o pedido e a pessoa ainda está no país de origem dela. No segundo trimestre deste ano foram concedidas 1.033 autorizações de residência e 5.832 autorizações de residência prévia.

Os filipinos são os campeões de pedidos de autorização de residência prévia (tabela 5). De abril a junho, foram emitidas 722 concessões desse tipo a imigrantes das Filipinas, que atuam fortemente na área marítima. A segunda nacionalidade com maior número de autorização foi a japonesa, seguida da norte-americana, chinesa e alemã.

A princípio, quando do preenchimento do formulário eletrônico, é informada apenas a unidade da federação em que o imigrante vai trabalhar. A informação mais detalhada por município ainda está para ser implementada pelo sistema Migranteweb. Após a chegada ao Brasil, ele tem até 90 dias para se registrar e informar o domicílio à Polícia Federal.

A maior concentração de pedidos sai de empresas estabelecidas no Rio de Janeiro e São Paulo (tabela 6). Cerca de 77% de todas as autorizações de residência prévia concedidas partem dessas duas unidades da federação.

Resolução Normativa

Dos 5.832 imigrantes que receberam autorização de residência prévia no segundo trimestre deste ano, quase metade, 2.613, veio para o Brasil para prestar serviços de assistência técnica. São casos em que o trabalhador presta atende a uma empresa brasileira que tem acordo de cooperação ou convênio com uma empresa estrangeira.

O segundo tipo de autorização que aparece com maior frequência é o de trabalhadores sem vínculo empregatício no Brasil que se mudam para o país com o objetivo de trabalhar em atividades marítimas a bordo de embarcações ou plataformas de bandeira estrangeira. Elas somam 1.983.

Em terceiro lugar aparecem os pedidos de residência prévia para trabalhadores estrangeiros que vêm ao Brasil já com vínculo empregatício. Nestes casos, são as empresas que atuam no Brasil que fazem as demandas. No segundo trimestre deste ano foram 562 solicitações deste tipo.

As demais modalidades de autorização somam 674 casos, o que representa 11,55% do total.

 

22 de agosto de 2018 - Notícia - Portal NippoBrasil




 Notícias
25/09/2018
Ana Medeiros e Hiroshi Nishiyama levam o butoh segundo Yoshito Ohno para São Paulo
21/09/2018
Hospital Santa Cruz anuncia criação de instituto de pesquisa
19/09/2018
Fukuda Cello Ensemble apresenta o concerto "Alma Latina"
14/09/2018
Ilustrador da Marvel Comics, Danilo Beyruth, lança o HQ ‘Samurai Shirô neste sábado
14/09/2018
Yumiko Yoshioka e Miguel Camarero na Refinaria Teatral - Dois expoentes da arte Butoh
10/09/2018
Exposição de Caligrafia Japonesa Shodô e Sho em setembro
03/09/2018
Estreia na quarta o Festival do Pescado e Frutos do Mar Ceagesp
23/08/2018
I Forum de Gastronomia Asiática acontece em São Paulo
22/08/2018
Ministério do Trabalho concede 6,8 mil autorizações de residência para imigrantes no segundo trimestre do ano
22/08/2018
Faculdade Messiânica em SP abre inscrições para o curso de Biodança
15/08/2018
Carol Nakamura e Márcio Kieling estreiam comédia inédita
11/08/2018
Historiador japonês ministra palestra em comemoração aos 110 anos da imigração
08/08/2018
Workshop Histórias Curativas – em prol da ONG Dobrando Alegrias
27/07/2018
Recepção à Princesa Mako no Rio de Janeiro
24/07/2018
Mascotes das Olimpíadas de Tokyo 2020 se chamam Miraitowa e Someity
19/07/2018
Visita de Sua Alteza Imperial, a Princesa Mako, no Panará nos dias 19 e 20 de julho
18/07/2018
Em visita ao Rio, princesa japonesa plantará uma muda de pau-brasil
04/07/2018
XIII Festival de Orquídeas e Plantas Ornamentais de São Roque em agosto
21/06/2018
Associação Japonesa de Santos recupera posse definitiva de casarão confiscado na Segunda Guerra Mundial
15/06/2018
Museu de Arte Brasileira da FAAP recebe a exposição “TOYOTA – O Ritmo do Espaço”
07/06/2018
Honda Aircraft expande vendas para o Japão Sesc

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2018 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

169 usuários online