Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Segunda-feira, 25 de junho de 2018 - 3h08
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Comidas do Japão
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


06 de setembro de 2016 - Notícia - Portal NippoBrasil
 
Atores orientais lançam canal de vídeo
pró-diversidade a partir de setembro

(Fonte e fotos: Divulgação)

Após polêmica escolha de atores sem ascendência oriental na nova novela da TV Globo, Sol Nascente, um grupo de atores orientais, o Coletivo Oriente-se, lançou manifesto, no dia 31 de agosto, contra o chamado yellowface, pessoas brancas que interpretam orientais. O grupo reivindica a presença de mais atores orientais em produções audiovisuais brasileiras. A partir de setembro, o grupo publicará semanalmente, em sua página do Facebook (www.facebook.com/ColetivoOrienteSe), um vídeo ficcional de drama ou comédia com a presença de orientais.


Ligia Yamaguti, Marcos Miura e Cristina Sano

"É triste para nós saber que as pessoas nos veem como estrangeiros, sendo que nascemos, crescemos, produzimos e contribuímos para o crescimento do País como qualquer outro cidadão brasileiro", comenta Marcos Miura, um dos atores e redatores do coletivo. Para a atriz Cristina Sano, uma das fundadoras da iniciativa: "É necessário aumentar a representatividade das várias etnias brasileiras, especialmente da etnia oriental, em produções de televisão, cinema e teatro." Para o ator Rogério Nagai: "É necessário ter espaço em igualdade para todas as etnias, sem preconceito ou discriminação".

Sobre o Coletivo Oriente-se

O grupo
O Oriente-se é um coletivo de atores profissionais brasileiros com ascendência oriental que tem como objetivo difundir a diversidade da etnia brasileira em produções cênicas, midiáticas e audiovisuais do País.


Veja o texto do Manifesto divulgado pelo grupo:
Manifesto do Coletivo Oriente-se no Brasil pela igualdade étnica

"Nós, artistas e profissionais das artes com ou sem ascendência oriental, seja japonesa, seja chinesa, ou coreana, reivindicamos igualdade no tratamento justo a todos os cidadãos, repugnando práticas de discriminação étnica que ocorrem em algumas produções audiovisuais que retratam o oriental de forma estereotipada, preconceituosa e distorcida da realidade. Em especial produções populares de rede aberta, como novelas, seriados e comerciais, que atingem a maioria da parcela dos cidadãos brasileiros, influenciam diretamente a sociedade, promovendo, às vezes, conceito deturpado e negativo, denegrindo a imagem dos orientais e educando as novas gerações com a visão preconceituosa contra a nossa comunidade.

Somos parte integrante da sociedade brasileira, nascemos, vivemos e contribuímos com muito trabalho para o enriquecimento e o desenvolvimento de nossa nação. Ter a presença de atores e artistas orientais em produções de audiovisual em papéis não estereotipados e de forma respeitosa é o mínimo e o justo que a comunidade oriental brasileira merece, em retribuição e gratidão por mais de um século de história em terras brasileiras. Somos brasileiros e exigimos respeito para todos, independentemente de sua ascendência. A diversidade étnica, social e/ou de gênero é fundamental e necessária para o crescimento de qualquer cidadão.

Entendemos que, perante as desigualdades existentes, não basta rejeitar as práticas de discriminação, mas sim realizar ações que possam corrigir distorções e aproximar indivíduos. É responsabilidade de cada um de nós, brasileiros, promover a igualdade no cotidiano, por meio de nossos atos, trabalhos e postura. É de extrema importância que os profissionais que atuam diretamente na concepção e produção de obras de audiovisual tenham a consciência de que a sua criação pode influenciar positivamente a nossa sociedade e difundir a diversidade. Cabe também a nós, artistas orientais brasileiros, fomentar a imagem positiva de nossa comunidade, por meio de nosso trabalho artístico, para que as futuras gerações possam se olhar com a autoestima de um cidadão brasileiro pertencente a esta nação.

São Paulo, 31 de agosto de 2016."





 Notícias
21/06/2018
Associação Japonesa de Santos recupera posse definitiva de casarão confiscado na Segunda Guerra Mundial
15/06/2018
Museu de Arte Brasileira da FAAP recebe a exposição “TOYOTA – O Ritmo do Espaço”
07/06/2018
Honda Aircraft expande vendas para o Japão Sesc
06/06/2018
Especialista japonês em música brasileira faz palestra no Sesc
24/05/2018
Livro de poemas “Pqna Volta” degusta a poesia haikai e a filosofia on the road dos beatniks
22/05/2018
Festival de Sopas Ceagesp 2018 segue até setembro
15/05/2018
Miss Nikkey Infantil Brasil 2018 está com inscrição aberta
10/05/2018
Livro ‘Coletânea de Poemas Tanka da Família Imperial do Japão’ lançado durante evento de comemoração dos 79 anos do Hospital Santa Cruz
17/04/2018
Bandeira JCB japonesa lança seu primeiro cartão no Brasil
16/04/2018
Uniube Uberlândia recebe a 16ª Convenção de Animês e Tokusatsus
09/04/2018
Abertas inscrições para o 12º Prêmio Internacional de MANGÁ do Japão
04/04/2018
Honda anuncia mudança na estrutura de produção de automóveis no Brasil
26/03/2018
XI Nikkey Matsuri terá exposição de artes e mostra de curtas
20/03/2018
Em visita à Embrapa, príncipe Naruhito conhece plantações de café, soja e cana
20/03/2018
Príncipe do Japão defende união para solucionar problemas relacionados à água
20/03/2018
Brasil concede mais de 25 mil autorizações de trabalho para estrangeiro em 2017
13/03/2018
Fundação Japão em SP promove exposição sobre bonecas do Dia das Meninas
07/03/2018
Katia Suzue mostra a arte do grafite da Casa-Museu Ema Klabin em SP
21/02/2018
Unidade Pompeia destaca atividades relacionadas à cultura japonesa na 2ª edição do FestA!

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2018 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

94 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases