Portal NippoBrasil - OnLine - 16 anos
Sábado, 01 de novembro de 2014 - 5h19
DESTAQUES:
  Empregos no Japão

  Busca
 
  NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Dinheiro
   Ensaio NB
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   Salão do Automóvel
   Bomba de Hiroshima
   Festival do Japão 2014
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
  O veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos
08/01/2014- Notícia - NippoBrasil

O Brasil em 2014: em ano eleitoral e de Copa do Mundo temas polêmicos não devem avançar no Congresso

(Fonte: Agência Brasil)

Com carnaval em março, Copa do Mundo no Brasil e eleições, 2014 não deve ser um ano de votações de temas muito polêmicos no Congresso. Apesar do ceticismo de muitos parlamentares, o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), disse que entre as prioridades para a retomada dos trabalhos em fevereiro está a votação da reforma política também defendida pelo colega do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O senador alagoano, defende a proposta da presidenta Dilma Rousseff de realizar a reforma com base em uma consulta popular, já que, segundo ele, está claro que o Poder Legislativo não é capaz de avançar sozinho nesta questão.

Além da reforma política, Henrique Alves mencionou outros projetos importantes para o ano que vem como o Código de Mineração e o Marco Civil da Internet, este último tramita em regime de urgência constitucional e tranca a pauta de votações da Casa. "São três temas que vão agitar, do ponto de vista positivo, o Parlamento, sacudir o Parlamento para definição de uma decisão em favor do País e do povo brasileiro", afirmou. Outra proposta importante que, segundo ele, deve estar entre as prioridades do primeiro semestre de 2014 é a regulamentação da Emenda Constitucional nº 72 que assegurou direitos trabalhistas e sociais de empregados domésticos.

A maior pressão na Câmara no entanto, deve ser em torno do avanço de propostas ligadas à chamada pauta das ruas. São matérias que já foram aprovadas pelo Senado e agora dependem da votação dos deputados para saírem do papel. Entre os principais projetos estão, por exemplo, o que torna corrupção crime hediondo (PLS 204/2011), ficha limpa para servidores públicos (PEC 6/2012), além do que reduz de dois para um o número de suplentes de senador (PEC 11/20030) e o Plano Nacional de Educação (PL 8.035/10).

Já no Senado, a expectativa é avançar na proposta do passe livre nacional para estudantes (PLS 248/2013) e na que acaba com o foro privilegiado para crimes comuns (PEC 10/2013). Os senadores também devem se debruçar nos esforços concentrados que serão programados ao longo do ano, nos projetos que aguardam modernização, como a dos Códigos Penal, Comercial e de Defesa do Consumidor.

Na avaliação do diretor de documentação do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antônio Augusto de Queiroz como orçamento da União foi votado em dezembro, o governo vai depender pouco do Congresso no ano que vem. Tomando como base 2013, quando o Planalto, segundo levantamento do Diap editou 27 medidas provisórias, cerca de duas por mês, Queiroz não acredita que 2014 será um ano em que a pauta do Congresso vai ser dominada por este instrumento.

Para evitar desgaste político em ano eleitoral o diretor do Diap,também, não acredita no avanço de temas polêmicos na pauta. “ O governo deve mais segurar que fazer andar votações e só vai se empenhar naquilo que não implicar em aumento de despesas”, espera.





 Notícias
30/10/2014
Doação do Governo Japonês à Santa Casa de Bandeirantes no Paraná
20/10/2014
Ministras do Japão renunciam após divulgação de irregularidades
15/10/2014
Rakuten anuncia lançamento de novos serviços para clientes no Brasil
29/09/2014
Lançado livro sobre a Igreja Messiânica no Brasil
28/08/2014
Primeiro caso de dengue transmitido localmente no Japão
28/08/2014
Torcedor japonês é banido após insultar jogador brasileiro
26/08/2014
Aposentada nikkei procura familiares em São Paulo
07/08/2014
Shinzo Abe é recepcionado pelo Grupo Parlamentar Brasil-Japão
05/08/2014
Brasil e Japão firmam cooperação na área de saúde
04/08/2014
Primeiro-ministro do Japão destaca papel do Brasil na relação com América Latina
25/07/2014
Primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, vem ao Brasil
24/07/2014
Unicamp oficializa Instituto Confúcio
23/07/2014
Mitsubishi Motors abre canal de atendimento via WhatsApp
10/07/2014
Paraíba sedia copa do mundo de futebol de robôs
17/06/2014
Jogador japonês de futebol Nakata abre café temporário em São Paulo
21/05/2014
Japão publica recomendações para os turistas que virão ao Brasil na Copa
13/05/2014
Inscrição para bolsa de estudo japonês vai até 30 de maio
13/05/2014
Sucesso do 6º Nikkei Fest em Presidente Prudente
18/04/2014
Japão autoriza exportação de armas pela primeira vez em quase 50 anos
10/04/2014
Praça Dr. Takeshi Honda será inaugurada em São Paulo
08/04/2014
FAPESP e instituição japonesa JSPS anunciam chamada de propostas
01/04/2014
'Japonesa Voadora', Helena Deyama, dá show no Rally da Ilha
31/03/2014
Lançamento do livro “Educação Familiar-presente e futuro” de Içami Tiba
13/02/2014
Comissão do 17º Festival do Japão é recebida pelo governador Geraldo Alckmin
10/02/2014
Prefeitura de São Paulo lança dicionário de “paulistanês” para turistas da Copa
04/02/2014
Terremoto de Nankai pode alcançar o mais alto nível de intensidade em Nagoya
© Copyright 1992 - 2014 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

66 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 96898 1326